Esporte e Qualidade de Vida: Reflexão Sociologica

Por: .

2007 13/12/2007

Send to Kindle


Resumo

O presente trabalho objetiva estabelecer reflexões, com base na sociologia, a respeito das relações entre esporte e Qualidade de Vida. Este segundo se trata de uma área em processo de definição, com direcionamentos distintos para seu significado, circulando tanto em esferas de percepção subjetivas (conhecimento sobre as condições físicas, emocionais e sociais relacionadas aos aspectos temporais e culturais como são percebidos pelo indivíduo, através de possibilidades de interpretação sobre as condições de bens materiais e de serviços) quanto objetivas (a posição do indivíduo na vida, pautada em elementos quantificáveis e concretos, que podem ser transformados pela ação humana), com fronteiras muito tênues entre elas. A concepção de Qualidade de Vida adotada considera certa relatividade sócio-cultural frente às ações e hábitos dos sujeitos e, conseqüentemente, à sua própria percepção. Isso implica em variações de condições de práticas e acesso a bens de acordo com as características sociais em que ele vive e a seus hábitos pessoais. Sendo a atividade física um fator importante frente à percepção sobre Qualidade de Vida, é tomada como uma prática em que a ocorrência periódica e positiva para o sujeito deriva da presença em seu estilo de vida, sendo, conseqüentemente, dependente das condições sócio-culturais das quais ele dispõe. O esporte se apresenta como um fenômeno sócio-cultural e forma de atividade física que pode ser inserido no hábito do sujeito como uma prática positiva. Apresenta-se como um universo único, porém heterogêneo, pautado por inúmeras formas de manifestação, carregadas de valores morais que interferem nas ações dos sujeitos e, conseqüentemente, no seu bem-estar, um importante fator de percepção de Qualidade de Vida. Para melhor compreender essa relação é necessário considerá-lo como um fenômeno social, que deriva do ambiente em que se insere, pois, ao fazer parte do estilo de vida dos sujeitos, incorpora suas características sócio-culturais e exerce influência sobre aspectos ligados à saúde clínica, social e emocional. O esporte contemporâneo se caracteriza pela heterogeneidade de manifestações e por sua mercantilização crescente, características que delimitam formas de relação dos sujeitos com esse fenômeno. Independente sob qual forma de manifestação se apresente, sempre transmite valores morais através de relações humanas pautadas pela competição, inerente a esse fenômeno. Através de pesquisa bibliográfica e reflexão teórica, conclui-se que, para que esse fenômeno colabore com a melhoria da percepção de Qualidade de Vida dos sujeitos, deve ser adaptado e adequado às expectativas, possibilidades, limites e capacidades de realização dos participantes, além de haver um acesso facilitado, coerente com sua condição e modo de vida.

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000425653&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.