Esportes e Jogos no Currículo da Licenciatura em Educação Física da UFF

Por: A. P. Vianna e P. A. C. Almeida.

IX Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana XV Simpósio Paulista de Educação Física

Send to Kindle


Resumo

O uso da expressão Esportes e Jogos reflete as contradições estimuladas pela natureza desses termos. Esta confusão conceitual provoca distorções de compreensão tanto da sociedade quanto dos professores de Educação Física. Bratch (2003) afirma ser o esporte de rendimento o vínculo entre a Educação Física e a sociedade. A tese se fundamenta na redução dos conceitos, redundância das interpretações superficiais e reprodução dessa lógica nas escolas e, preocupante, na formação de novos profissionais pelas universidades. Na mesma linha, Souza (2009) aponta para a instintiva associação entre Educação Física e desporto de rendimento creditando à própria produção do conhecimento na área as contradições epistemológicas que legitimam a aproximação entre eles.A autora alerta também para o uso ideológico dos esportes por parte do mercado e das autoridades. Necessário também observar a dificuldade em se atribuir importância social, acadêmica ou políticaàs atividades esportivas. Segundo Elias e Dunning (1992) o esporte é visto como prática corriqueira, "uma atividade de lazer orientada para o prazer, que envolve mais o corpo do que a mente, e sem valor econômico" (p.17). É nesse cenário que surgem reflexões e propostas de intervenção político-pedagógica. Temos acordo com correntes de pensamento que legitimam o esporte de alto nível, mas reivindicam tratamento qualificado para a democratização do acesso às atividades esportivas, entretanto, avaliamos que a sociedade, os gestores e o poder público não assumirão esse compromisso. Assim, julgamos que os responsáveis pela formação de novos professores de educação física devem revisar suas concepções e proporcionarem o conhecimento e o exercício das diferentes modalidades esportivas na perspectiva da inclusão, participação e do lazer autônomo. É nessa perspectiva que os Esportes e Jogos se inserem no currículo do Curso de Licenciatura em Educação Física da UFF. Este texto objetiva a socialização de nossa experiência no desenvolvimento das disciplinas Esportes e Jogos I e Esportes e Jogos II no contexto do Projeto Político Pedagógico de um Curso de Licenciatura predominantemente preocupado com o trabalho escolar. O tratamento pedagógico dado aos esportes convencionais foi o de reunir numa das disciplinas as modalidades que se jogam com os pés. Já as modalidades que se utilizam das mãos foram agrupadas em outra. Assim, a pretensão neste CIEFMH é compartilhar os passos percorridos por nós na revisão bibliográfica, nos planejamentos, no desenvolvimento e na avaliação destas disciplinas. Esta última se torna relevante, pois dela participaram os próprios licenciandos que, ao ingressarem no Curso tinham expectativas diferentes a respeito das práticas dos esportes: compatíveis com o senso comum a que nos referimos nos parágrafos iniciais.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/10060/10060

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.