Esquema Corporal no Exercício Localizado em Ginástica de Academia

Por: Jane Moreira Gerheim.

VII Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Este estudo verificou se durante a realização de exercícios localizados, em aulas de ginástica de academia, houve enfoque em sendo perceber o segmento corporal que estava sendo trabalhado, para que houvesse melhor resultado nos testes realizados. Em ginástica de academia o uso de aparelhos durante a execução dos exercícios é muito comum para a obtenção mais rápida do efeito desejado. Esquecendo-se ou delegando-se menos importância aos exercícios sem aparelhos. Esta pesquisa foi realizada sob a forma experimental do tipo comparativo-causal. Manipulou-se uma variável antecedente, representada por palestras e orientações psicomotoras sobre o tema da pesquisa, esperando-se melhor resultados testes do grupo experimental sobre o grupo de controle. A experimentação realizou-se com alunas que freqüentavam as aulas de ginástica de academia, que passaram por um pré-teste com o objetivo de homogeneização e a partir daí forma divididas nos grupos experimental e de controle. A análise estatística dos resultados foi realizada aplicando-se a correlação de Pearson e o teste da diferenças entre as médias, comparando-se os dados resultantes de duas mensurações da mesma amostra, com a utilização do procedimento pré e pós-teste. Os resultados apresentados nos testes de significância mostraram a não aceitação da hipótese experimental, exceto em três testes, não tendo sido possível provar a influência do esquema corporal na execução dos exercícios localizados em suatotalidade. Pelo fato de que apenas dez variáveis tenham validade, ressalta-se a importância da utilização do esquema corporal naformação e desenvolvimento do aluno de academia afim de tornar evidente, também, os aspectos subjetivos da sua formação.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.