Estado de Humor e Desempenho Físico de Jogadores Jovens de Basquetebol Ao Longo de Uma Competição

Por: Aylton José Figueira Júnior, Danilo Sales Bocalini, Joao Henrique Gomes, Luis Felipe Tubagi Polito, e Renata Rebello Mendes.

Revista da Educação Física - UEM - v.29 - n.1 - 2018

Send to Kindle


Resumo

A rotina de treinamento e competição no basquetebol apresenta uma variabilidade de fatores estressores. O objetivo do presente estudo foi analisar as alterações dos estados de humor, variáveis antropométricas e desempenho físico de jogadores jovens de basquetebol, bem como a magnitude da correlação entre as variáveis analisadas. Foram avaliados 11 jogadores de basquetebol do sexo masculino com média de idade de 16.4 ± 0.5 anos em três momentos distintos (M1 x M2 x M3). Os sujeitos realizaram salto vertical, corrida 20m, T-test e Yo-yo recovery test nível 1; e responderam o questionário BRUMS. Os estados de humor apresentaram estabilidade em todos os momentos, exceto fadiga, havendo redução entre M1 e M2. Houve aumento discreto na estatura, na massa corporal e na massa magra (entre M1 e M2). Dos testes de desempenho físico, somente a velocidade melhorou. As subescalas negativas raiva, depressão e confusão apresentaram correlações significantes, classificadas de moderada a alta, com a massa gorda. Poucas foram as correlações com o desempenho físico. Concluiu-se que jogadores jovens de basquetebol não alteram a maioria dos estados de humor durante a temporada, com discretas mudanças na antropometria e no desempenho físico, apresentando correlações especialmente entre as subescalas negativas com adiposidade.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/40426

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.