Estado de Humor e Desempenho: Uma Análise Sob a ótica da Teoria da Catástrofe

Por: Alissianny Haman Fogagnoli, e Leonardo Pestillo de Oliveira.

Caderno de Educação Física e Esporte - v.13 - n.1 - 2015

Send to Kindle


Resumo

Este estudo buscou analisar o estado de humor e a ansiedade como fatores que influenciam o desempenho esportivo de atletas de futsal participantes da Fase Final dos Jogos da Juventude do Paraná, em 2011. Fizeram parte da amostra 11 atletas do gênero masculino da equipe de Campo Mourão, com idade entre 16 e 18 anos. Os instrumentos utilizados para avaliar o estado de humor foi a Escala Brasileira de Humor (BRAMS) validada por Rohlfs et al (2006), já a ansiedade foi analisada por meio do Inventário de Ansiedade Estado Competitiva (CSAI-2), sendo estes aplicados antes e após cada partida.  Para a análise dos dados utilizou-se de análise qualitativa e estatística descritiva. Os resultados encontrados possibilitaram concluir que a variação do humor dos atletas durante a competição pode ser considerado um fator que contribuiu para a derrota na partida semifinal, sendo a dimensão Raiva a que apresentou maior variação podendo ser determinante na percepção dos atletas quanto sua capacidade de vitória, visto que a Autoconfiança dos mesmos também diminuiu ao longo da competição. Conclui-se que para esta equipe, a dimensão Raiva do humor bem como a característica de Autoconfiança podem ter sido pontos culminantes na derrota da equipe em uma partida considerada importante.

Endereço: http://e-revista.unioeste.br/index.php/cadernoedfisica/article/view/14163

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.