Estado de Hidratação de Nadadores com Deficiência Intelectual de Uma Associação Paradesportiva de São Paulo

Por: Daniele Golanda, Fernanda Heitzmann, Marcela Bello, Marcia Nacif, Mayara Bernardo e Suélen Borguezan.

Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte - v.10 - n.1 - 2011

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste artigo foi verificar o estado de hidratação de nadadores com deficiência intelectual, por meio da taxa de sudorese, porcentagem de perda de peso e coloração da urina. Metodologia: estudo realizado com 31 nadadores de uma associação paradesportiva de São Paulo. A porcentagem de perda de peso e a taxa de sudorese foram avaliadas a partir da diferença de peso corporal antes e depois de um treino de 90 min. A coloração da urina foi avaliada conforme Armstrong et al. (1994). Resultados: observou-se perda de peso média de 1,36% e taxa de sudorese de 10,06 mL/min. Segundo a coloração da urina, 93,5% dos atletas apresentaram desidratação leve. Conclusão: os nadadores apresentaram sinais de desidratação de acordo com um conjunto de biomarcadores de hidratação.

Endereço: http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/remef/article/view/3636

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.