Estado Nutricional e Risco Cardiometabólico em Mulheres: Relação com Componentes Usuais e Não Usuais da Composição Corporal

Por: Braulio Henrique Magnani Branco, Caio Machado de Oliveira Terra, Luzia Jeager Hintze, , Rafaela Pilegi Dada e Samara Pereira Brito Lazarin.

Revista da Educação Física - UEM (A partir de 2016 continua como Journal of Physical Education) - v.29 - n.1 - 2018

Send to Kindle


Resumo

Parâmetros de composição usual massa magra (MM) e massa gorda (MG) e não-usuais: relação gordura-massa magra (RGM), índice de massa magra (IMM), índice de massa gorda (IMG) identificam alterações das variáveis da síndrome metabólica (SM) de acordo com o estado nutricional. O objetivo deste estudo foi avaliar MM, MG, RGM, IMM, IMG e as variáveis da SM em mulheres em conformidade com o estado nutricional. A amostra foi composta por 338 mulheres de 25 a 74 anos de idade. Coletou-se dados antropométricos, composição corporal e variáveis bioquímicas da SM. Avaliou-se a MM, a MG relativa e absoluta, IMM, o IMG e a RGM, circunferência de cintura (CC), pressão arterial sistólica (PAS), pressão arterial diastólica (PAD). Para as análises estatísticas, utilizou-se ANCOVA – idade como co-variável, de um caminho (one-way) para comparação entre os grupos, utilizando o post-hoc de Bonferroni. Além disso, foi aplicada correlação de Pearson objetivando identificar possíveis associações entre os parâmetros usuais e não usuais da composição corporal e variáveis da SM. . Neste trabalho houve diferenças estatísticas (P<0,05) nas variáveis usuais e não usuais de na composição corporal; na CC, PAD e GLI. Conforme há alteração no estado nutricional, existe diferença estatística com o TG e HDL-c. Observaram-se correlações entre IMC x parâmetros de composição corporal não-usuais e parâmetros da SM, porém somente a CC indicou uma correlação elevada, enquanto a GLI apresentou valores considerados moderados. Conclui-se que ambos parâmetros detectaram riscos associados ao sobrepeso e obesidade entre as mulheres analisadas no presente estudo. Com base nesses aspectos, torna-se relevante a elaboração de programas de educação primária em saúde para combater a obesidade e SM em mulheres de diferentes faixas etárias.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/35743

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.