Estado Nutricional de Escolares de 11 a 14 Anos da Rede Estadual de Ensino do Município de Florianópolis-SC

Por: Ana Paula de Souza, Juliane Barão Kummer e Zenite Machado.

VII Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

O sobrepeso e a obesidade têm se constituído em preocupação, em relação a crianças e adolescentes, pois: a) sua prevalência tem aumentado nas últimas décadas; b) podem estabelecer um padrão adulto de sobrepeso e obesidade; c) estão associados a maior morbidade e mortalidade adulta; e d) limitam a participação em atividade física neste e nos períodos subsequentes da vida. Para identificar o estado nutricional de escolares do município de Florianópolis - Santa Catarina, selecionou-se, por conglomerado, uma amostra de 147 escolares de 11 a 14 anos (68 masculino; 79 feminino), de dois estabelecimentos da rede estadual de ensino. As variáveis consideradas no presente estudo foram o peso e estatura corporais, através das quais calculouse o índice de MassaCorporal (I.M.C). Utilizou-se como referência os valores apontados pelo Physical Best, adaptado pela AAHPERD (1988). Os valores encontrados para o sexo masculino foram: 16,80 aos 11 anos, 17,48 aos 12 anos, 19,10 aos 13 anos e 20,22 aos 14 anos. Para o sexo feminino encontrouse os valores: 19,02 aos 11 anos, 18,85 aos 12 anos, 19,00 aos 13 anos e 18,97 aos 14 anos. Na comparação intra-sexos verificou-se que o sexo masculino comportou-se como esperado, ao apresentar um aumento linear com a idade. Constatou-se ainda uma tendência de maior aproximação dos valores, por idade, com o limite inferior da referência. O comportamento do sexo feminino seguiu um padrão mais heterogêneo. Conclui-se portanto que os escolares, de ambos os sexos, apresentam um perfil de normalidade, quanto ao estado nutricional.

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.