Estado Nutricional, Nível de Atividade Física e Qualidade de Vida Relacionados à Saúde de Policiais Militares do 15º Batalhão de Polícia Militar do Estado de Santa Catarina

Por: Ederlei Aparecida Zago, Joelma Vicentina dos Santos de Lorenzi, Luiz Eduardo Bondan e Ricelli Endrigo Rupell da Rocha.

Revista Brasileira de Qualidade de Vida - v.11 - n.3 - 2019

Send to Kindle


Resumo

OBJETIVO: Avaliar estado nutricional, nível de atividade física e qualidade de vida (QV) relacionados à saúde de policiais militares do 15º Batalhão de Polícia Militar do Estado de Santa Catarina.

MÉTODOS: Foram avaliados o nível de atividade física semanal (IPAQ-curto), o estado nutricional (IMC) e a percepção da QV (WHOQOL-Bref). Para analisar as diferenças entre os domínios da QV, foram utilizados os testes U de Mann-Whitney e de Kruskal-Wallis com post hoc Dunn.

RESULTADOS: Apresentaram sobrepeso 48,8% (n=20) dos policiais militares e 19,5% (n=8) obesidade nível 1. O nível de atividade física mostrou que 66,0% (n=27) eram ativos fisicamente e 34,0% (n=14) insuficientemente ativos. Nos escores dos domínios da QV, os domínios físico (52,0) e meio ambiente (60,2) apresentaram os melhores escores e os domínios psicológico (61,9) e relações sociais (70,5) os piores escores. Quando comparados os domínios de pior escore (físico vs. meio ambiente) e de melhor escore (relações sociais vs. psicológico), houve diferença significativa entre eles (p<0,05). O escore da percepção da QV geral foi de 61,1.

Endereço: https://periodicos.utfpr.edu.br/rbqv/article/view/10153

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.