Estilo Parental, Motivação e Satisfação de Atletas de Beisebol: Um Estudo Correlacional

Por: Guilherme Moraes Balbim, e Marcus Vinícius Mizoguchi.

Revista da Educação Física - UEM - v.24 - n.2 - 2013

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo teve como objetivo analisar a relação entre o estilo parental, a motivação e a satisfação atlética de jogadores de beisebol da categoria juvenil. Oitenta e oito atletas (16,20 anos ±1,18) participantes do campeonato brasileiro da categoria juvenil responderam ao questionário SMS para avaliar a motivação atlética, EMBU-p para os estilos parentais e QSA para a satisfação atlética. Na análise dos dados utilizou-se o teste de Kolmogorov-Smirnov para os dados descritivos, U Mann-Whitneypara a comparação de grupos, Spearman para a correlação das variáveis e um modelo de regressão múltipla, adotando p<0,05. Verificou-se que atletas de beisebol são mais intrinsecamente motivados, têm estilos parentais de suporte emocional e estão satisfeitos atleticamente, havendo correlações entre estas três variáveis. Conclui-se que atletas com estilos parentais de suporte emocional são autodeterminados e satisfeitos com seu esporte.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/16282/11805

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.