Estilo de Vida de Crianças com Diferentes Características étnico-culturais do Estado de Santa Catarina, Brasil

Por: e Cândido Simões Pires Neto.

VII Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Este estudo objetivou analisar variáveis do estilo de vida em crianças, de 7 a 10 anos de idade, de 3 diferentes grupos étnico-culturais e um grupo miscigenado do Estado de Santa Catarina, Sul do Brasil. Participaram da amostra 1.757 crianças, sendo 858 do sexo masculino e 899 do sexo feminino, (Portugueses n = 439; Alemães n = 434; Italianos n = 443; Miscigenados n = 441). A amostra foi selecionada de forma intencional quanto aos locais e escolas, que atendiam à caracterização étnico-cultural desejada e conglomerada por sala de aula. No estilo de vida foram analisadas as variáveis hábitos de atividade física, ocupação do tempo livre e hábitos alimentares. A análise estatística foi realizada via SAS (1990), utilizando-se o teste de Kruskal- Wallis, o teste de Mann-Whitney e a distribuição de freqüências e percentagens. Os resultados permitem concluir que o grupo italiano apresentou melhor nível sócio-econômico e menor número de filhos quando comparado com os demais grupos. Embora todos os grupos apresentassem baixos níveis de atividade física organizada, os grupos étnicos italiano e alemão apresentaram melhores resultados, quando comparados aos grupos miscigenado e português. Quanto à ocupação do tempo livre, independentemente de sexo e grupo étnico, as crianças de Santa Catarina despendem em torno de 4,5 horas por dia (31,5 horas por semana) assistindo televisão. As horas com atividades sedentárias aumentam quando se inclui o tempo gasto para jogar video game, lidar com computadores, ler e estudar fora da escola. As brincadeiras preferidas entre os meninos foram jogar futebol, andar de bicicleta e assistir televisão; para as meninas foram brincar de boneca/casinha, andar de bicicleta e praticar esportes com bola. Nos hábitos alimentares, também os grupos étnicos italiano e alemão, apresentaram melhores resultados no número de hortas e árvores frutíferas e nas variações de pratos típicos, quando comparados com o grupo português.

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.