Estimação do Tipo de Fibra Muscular em Membros Inferiores Pelo Uso de Testes de Campo

Por: Manoel Henrique Pereira Coutinho..

147 páginas. 2015 02/03/2015

Send to Kindle


Resumo

A capacidade em estimar a tipologia das fibras musculares é um importante instrumento para auxiliar a evolução das ciências do esporte. O conhecimento destas informações é fundamental para o planejamento de programas de treinamento e até na seleção e o direcionamento esportivo de jovens talentos. O procedimento tido como padrão ouro para identificação da composição das fibras musculares é a biópsia muscular. Esta intervenção, de característica invasiva, proibida em alguns países, caracteriza-se pelo alto custo e grande dificuldade operacional devido a complexidade, além de doloroso ao atleta. Devido a estas limitações, o desenvolvimento um método alternativo, não invasivo, com baixo custo e fácil aplicação para se estimar a composição das fibras musculares seria muito interessante para se qualificar o prognóstico das potencialidades físicas de atletas. Neste estudo foram avaliados 24 atletas de elite do sexo masculino, idades entre 18 e 29 anos, peso corporal entre 60,3 e 80,2 kg e percentual de gordura entre 5,16% e 11,46%, sendo divididos em três grupos iguais de oito participantes, baseado na composição estimada de fibras musculares (rápidas - FT, lentas - ST e mistas), previamente e individualmente estabelecidas pela especialidade esportiva. No primeiro dia foram realizadas as medidas antropométricas, e no dia seguinte foi aplicado um teste de potência anaeróbica alática - Flegner Power Test (F.P.T.), pelo qual extraiu-se o valor da Unidade de Potência Anaeróbica Absoluta (U.P.A.A.). No terceiro dia, visando confirmar o perfil metabólico muscular dos atletas, foi realizado um teste de corridas intervaladas em pista de atletismo, no qual foi elaborado a partir de um protocolo proposto por FLEGNER (1990), que consistiu-se na aplicação de três estímulos crescentes de intensidade, baseado no teste de Cooper, e três distâncias regressivas, entremeadas por um intervalo de recuperação de 5 minutos, no qual, ao final do terceiro minuto de cada fase, foi recolhida amostra de sangue, por punção no lóbulo da orelha, para determinação da concentração do lactato sanguíneo pelo método de determinação enzimática por fotometria de reflexão do sangue capilar fresco (ACCUTREND, Boehringer Mannhein Corp. GmbH, Germany), equipamento portátil e prático para testes de campo. Os valores da Unidade de Potência v Anaeróbica Absoluta (U.P.A.A.) junto à concentração de lactato sanguíneo foram consideradas variáveis adequadas e válidas para a seleção e determinação da estimativa do tipo de fibra muscular predominante em atletas, visto que, combinando as três observações dos níveis de concentração de lactato, em todos os extratos realizados foram observadas diferenças significativas entre os valores médios, segundo o tipo de fibra, tendo a distribuição predominante: Tipo II (Grupo I) > Tipo mista (Grupo III) ≥ Tipo I (Grupo II). Se combinado este resultado com o que fora observado na variável U.P.A.A. (Grupo I > Grupo III > Grupo II), é possível deduzir que através da combinação destas variáveis gera-se um bom parâmetro seletivo dos indivíduos quanto à tipologia da fibra muscular com alto grau de significância (p ≤ 0,05). Baseado no estudo de correlações das variáveis U.P.A.A., lactato e VO2 máximo, que apresentaram os melhores índices de significância pelo Stepwise Selection Correlation, foi possível desenvolver três diferentes modelos de equações preditoras de composição de fibra muscular, no qual todos estes preditores (variáveis) apresentaram altos índices de correlação e significância de aceitação p ≤ 0,05. Um dos modelos desenvolvidos se destaca entre os demais por ser capaz de predizer a composição de fibras musculares por meio de duas variáveis não invasivas (U.P.A.A. e VO2 máximo) com significância de p ≤ 0,05 e alto coeficiente de determinação (R) de 0,54, para um valor equivalente de r = 0,74. Concluímos então que as equações propostas por este estudo apresentam resultados satisfatórios em relação à confiabilidade, simplicidade, praticidade e baixo custo, tornando-se um instrumento de campo de predição viável e confiável com o objetivo de estimar a predominância de fibras musculares em atletas ou praticantes de atividade física como alternativa à biópsia muscular.

Endereço: http://www.eefd.ufrj.br/stricto-sensu

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.