Estimativa da Composição Corporal e Análise de Concordância Entre Analisadores de Impedância Bioelétrica Bipolar e Tetrapolar

Por: José Claudio Jambassi Filho.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.16 - n.1 - 2010

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi analisar as estimativas da composição corporal e a concordância das medidas produzidas por meio de dois diferentes analisadores de impedância bioelétrica em homens adultos jovens. Vinte e dois sujeitos (23,6 ± 2,9 anos; 73 ± 6,8kg; 177,6 ± 6,0cm; 23,1 ± 1,9kg/m2), aparentemente saudáveis, foram submetidos a medidas de impedância bioelétrica por meio dos analisadores tetrapolar de corpo inteiro (TCI, Biodynamic Body Composition Analyser, modelo 310) e bipolar para membros superiores (BMS, Omrontm, modelo HBF-306BL) após jejum de 12h. Estimativas da gordura corporal relativa (%GC), massa livre de gordura (MLG) e massa gorda (MG) foram estabelecidas a partir das informações fornecidas pelos dois equipamentos. Nenhuma diferença estatisticamente significante foi verificada para %GC (10,9 ± 4,3 vs. 10,0 ± 4,2%; P = 0,09), MG (8,1 ± 3,5 vs. 7,4 ± 3,5kg; P = 0,10) e MLG (64,9 ± 5,2 vs. 65,5 ± 4,9kg; P = 0,09) entre TCI e BMS, respectivamente. Correlações positivas e significantes (P < 0,001) foram encontradas entre os analisadores para MLG (r = 0,948), MG (r = 0,891) e %GC (r = 0,859). Os limites de concordância foram de -0,6 ± 3,2kg para a MLG (r = 0,135; P = 0,551), 0,8 ± 4,5% para a %GC (r = 0,050; P = 0,824) e 0,6 ± 3,2kg para a MG (r = 0,032; P = 0,886). Os resultados sugerem que as estimativas da composição corporal por impedância bioelétrica não parecem ser afetadas pelo uso de diferentes analisadores (BMS vs. TCI) ou pela adiposidade corporal total.

Endereço: http://www.scielo.br/pdf/rbme/v16n1/a02v16n1.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.