Estratégia Para a Inserção de Práticas de Yoga na Escola

Por: A. C. Faria, A. C. G. A. Pinto, F. D. Santos, M. D. S. Castro e S. Deutsch.

IX Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana XV Simpósio Paulista de Educação Física

Send to Kindle


Resumo

Yoga é considerada uma filosofia que tem suas raízes na Índia e foi sistematizado e organizado por Patanjali (2000 a.C.), que apresenta oitos membros ou práticas, sendo eles: Conceitos Morais e Éticos, Posturas Físicas, Práticas de Controle Respiratório, Técnicas de Abstração dos Sentidos, Técnicas de Concentração, Meditação e Iluminação. Dentro de uma proposta de oferecimento de práticas de yoga na escola, no contexto das aulas de Educação Física Infantil, suportada por uma abordagem lúdica, a prática de yoga foi proposta com a finalidade de proporcionar mudanças de comportamento com base nos conceitos morais e éticos, melhora do bem-estar em função da prática física e reconhecimento das emoções para o autoconhecimento. O principal foco abordado neste estudo foi o desenvolvimento de uma estratégia que levasse a prática de yoga para a escola e ainda que permitisse identificar mudanças nos estados emocionais dos alunos em função do oferecimento da mesma. Para tanto foi utilizada a seguinte estratégia: a) Estruturação de um Plano de Ensino com o conteúdo Yoga para a Educação Física Infantil; b) Desenvolvimento das aulas de Yoga; c) Acompanhamento da aprendizagem das posturas apresentadas; d) Acompanhamento dos registros da escola sobre o comportamento de cada aluno; e) Exposição de imagens que expressassem os estados de ânimo associados às situações de sala de aula; f) Utilização da Lista de Estados de Ânimos Reduzida e Ilustrada (LEA-RI) nos alunos, após a familiarização com as imagens e seus significados; g) Oferecimento de palestras aos professores para dialogar e dar feedback sobre a nossa intervenção no espaço escolar. A pesquisa é de cunho quali-quantitativo e procura integrar para produzir um "cruzamento entre as conclusões", de modo que não seja a pesquisa um produto de um procedimento específico ou de situação particular. O tipo de pesquisa é pesquisa-ação por existir entre os pesquisadores e os participantes representativos da situação um envolvimento de modo cooperativo e participativo. Participaram desta pesquisa quarenta alunos das turmas da Educação Infantil I e II, sendo que cada turma continha aproximadamente 20 alunos matriculados. Após contato com a escola iniciou-se o desenvolvimento do projeto alcançando os seguintes resultados: Os planos de ensino foram adequados atingindo os alunos de maneira positiva. Estratégias foram sendo desenvolvidas no decorrer do desenvolvimento do projeto que ofereceram maior compreensão aos alunos do benefício gerado por essa prática. O registro de observação do comportamento dos alunos foi substituído pelos comentários das professoras. A utilização da lista de estados de ânimo não foi possível sendo necessário um grande período de familiarização dos alunos com as imagens apresentadas neste instrumento. As palestras com os professores foram elucidativas contextualizando e abrindo diálogo sobre os benefícios desta pratica além de aproximá-los da mesma e permitindo sua vivencia.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/10060/10060

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.