Estratégias de Capacitação de Professores do Ensino Fundamental em Atividade Física e Alimentação Saudável

Por: Alexandre Luiz Gonçalves de Rezende, Arilson Fernandes Mendonça de Sousa e Júlia Aparecida Devidé Nogueira.

Motriz - v.18 - n.3 - 2012

Send to Kindle


Resumo

O estudo avaliou efeitos de aprendizagem gerados por intervenções educativas longa (IL) e  curta (IC) nos conhecimentos em alimentação saudável e atividade física. 42 professores de duas escolas 
públicas de ensino fundamental responderam a questionários de conhecimento com nota de 0 a 10, pré e  pós-intervenção. A IL ofereceu um curso de 40 horas e a IC ofereceu uma palestra de 30 minutos; os dois  grupos receberam o mesmo material educativo impresso. As intervenções produziram aumento  estatisticamente significativo (p<0,05) no conhecimento médio em alimentação saudável [IL: +1,19 
(EP=0,31) e IC: +1,18 (EP=0,34) pontos]. Em atividade física a mudança no conhecimento médio só foi  estatisticamente significativa na IL [IL +1,69 (EP=0,52) e IC -0,36; (EP=0,45) pontos]. Houve diferença 
significativa nas notas finais entre grupos para conhecimento em atividade física. Ações educativas  simples produziram efeitos positivos no conhecimento sobre alimentação saudável, entretanto, para  atividade física pode ser necessário maior tempo de intervenção.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/4938/pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.