Estresse Psicológico de Velejadores de Alto Nível Esportivo em Competição

Por: A. Andrade, C. M. Liz, D. I. C. Vasconcellos, L. Segato e R. Brandt,.

Motricidade - v.6 - n.3 - 2010

Send to Kindle


Resumo

Elevados níveis de estresse podem comprometer o desempenho esportivo de velejadores à medida que interferem em fatores como atenção, concentração e tomada de decisão. O objetivo da pesquisa foi investigar o estresse psicológico de velejadores em competição. Participaram do estudo 31 velejadores de alto nível, por meio de voluntariado. Estes atletas responderam a Escala de Estresse Percebido (Cohen & Williamson, 1988) e questões específicas acerca do autocontrole do estresse, fontes e estratégias de controle do estresse. Utilizou-se de estatística descritiva e inferencial (teste t e correlação de Pearson). Os velejadores apresentaram níveis baixos a moderados (M = 20.00; DP = 6.83) de estresse, oriundos de fontes intrínsecas ao contexto competitivo (problemas com o barco, desorganização da equipe) e extrínsecas (estudo, conciliar o trabalho com a vela, problemas familiares e financeiros). Os atletas referem possuir bom controle do estresse utilizando estratégias cognitivas (isolar-se) e somáticas (escutar música, descansar/dormir, conversar com os amigos) em competição. Concluiu-se ser importante que velejadores consigam controlar e administrar elevados níveis de estresse psicológico, sabendo lidar com situações instáveis e imprevisíveis advindas da modalidade.

Endereço: http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1646-107X2010000300007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.