Estresse, Recuperação e Carga Interna Durante Semana Competitiva em Universitários Jogadores de Voleibol

Por: Antônio Lourenço de Araújo Junior, Arnaldo Luis Mortatti, Julio Cesar Barbosa de Lima Pinto, Renêe de Caldas Honorato e Romerito Sóstenes Canuto de Oliveira.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.24 - n.4 - 2016

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do presente trabalho foi avaliar o nível de estresse, recuperação e a carga interna, em atletas universitários, ao longo de uma semana com jogos e sessões de treinamento. Participaram do estudo 10 atletas universitário (22±2,6 anos 87,6±11,4kg; 1,9±0,1m; 25,5±3kg/m2;). Para análise do estresse e recuperação utilizou as primeiras 12 sub escalas dos questionários RESTQ-Sport. A carga interna foi obtida pelo método PSE da sessão. A carga interna teve variação ao longo de toda a semana (X2 =21.67, p<0,01), tanto do treino 1 (333± 144 UA) para o treino 2 (198±88 UA), como para o jogo 1 (480±160 UA) para o jogo 2 (888±340 UA). O estresse teve variação na sub escala “queixas físicas” (p<0,05), e a recuperação teve alteração na sub escala “recuperação social” (p<0,05) “bem-estar geral” (p<0,05) variando de momento pré para período pós. A resposta da carga interna diferiu ao longo da semana e os jogos apresentaram maior carga interna em comparação aos treinamentos. Adicionalmente, concluímos que uma semana de jogos e treinamentos interferiu na sensação de bem-estar geral, recuperação social e queixas físicas de jogadores universitários.

Endereço: https://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/view/6398

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.