Estrutura Político-administrativa dos Governos Municipais do Piauí e Investimento no Esporte e no Lazer

Por: Edmilson Santos dos Santos e .

Licere - v.21 - n.4 - 2018

Send to Kindle


Resumo

A participação dos governos municipais no investimento do esporte e do lazer é uma temática ainda pouco estudada e pouco se sabe sobre o assunto. Consequentemente, não temos informações se ter uma secretaria exclusiva de esporte aumentaria os investimentos. Nesse sentido, o presente estudo, de natureza descritiva buscou analisar se a estrutura político administrativa das prefeituras municipais do estado do Piauí interfere na capacidade de investimentos na Função Desporto e Lazer (FDL) per capita no ano de 2013. Concluiu-se que a estrutura político administrativa não interferiu na capacidade de gasto per capita na FDL.

Downloads

Referências

ALMEIDA, B.S.; MARCHI JÚNIOR, W. O financiamento dos programas federais de esporte e lazer no Brasil (2004 a 2008). Movimento, Porto Alegre, v. 16, n. 4, p. 73-92, 2010.

ALMEIDA, M. H. T. Recentralizando a federação? Revista Sociologia Política. Curitiba, 24, p. 29-40. Jun, 2005.

ARRETCHE, M. Federalismo e igualdade territorial: uma contradição em termos? Dados, Rio de Janeiro, v. 53, n. 3, p. 587-620, 2010.

______.; MARQUES, E. Condicionantes locais da descentralização das políticas de saúde. In: HOCHMAN, G.; ARRETCHE, M.; MARQUES, E. (Org.) Políticas públicas no Brasil. Rio de Janeiro: Ed. FIOCRUZ, 2007. p. 173-204.

ATHAYDE, P.F.A. A disputa pelo fundo público no âmbito do financiamento esportivo brasileiro. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Brasília, v. 36, 2016.

______.; MASCARENHAS, F.; SALVADOR, E. Primeiras aproximações de uma análise do financiamento da política nacional de esporte e lazer no Governo Lula. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Brasília, v. 37, n. 1, p. 2-10, 2015.

BANKOFF, A.D.P.; ZAMAI, C.A. Estudos sobre políticas públicas de esporte e lazer de prefeituras municipais do Estado de São Paulo. Conexões, Campinas, v. 9, n. 2, p. 70-79, 2011.

BETTIN, E.B.; PEIL, L.M.N.; MELO, M.P. Políticas públicas municipais de esporte, lazer e espaços públicos em Pelotas-RS na gestão 2009-2012. Pensar a Prática, Goiânia, v. 21, n. 1. 96-106, 2018.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil (1988). Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 05 out. 1988. Disponível em: <https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituicao.htm>. Acesso em: 15 jan. 2017.

______. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Portaria n.º 42, de 14 de abril de 1999. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 14 abr. 1999. Disponível em: ftp://ftp.fnde.gov.br/web/siope/leis/P42_MPOG_14-041999.pdf . Acesso em: 10 mar. 2016.

BRASIL. Resoluções da II Conferência Nacional do Esporte (2006). Brasília. Disponível em: https://portal.esporte.gov.br/conferencianacional/propostas_aprovadas.jsp. Acesso em: 30 jan. 2007

BRUST, C.; BAGGIO, I.C; SALDANHA FILHO, M.F. Repensar a gestão das políticas públicas de esporte e lazer: O caso de Santa Maria/RS. Motrivivência, Florianópolis, a. XVIII, n. 27, p. 179-192, 2006.

CARNEIRO, L. P.; ALMEIDA, M. H. T. Definindo a arena política local: sistemas partidários municipais na federação brasileira. Dados, Rio de Janeiro, v. 51, n. 2, p. 403 a 432, 2008.

CASTRO, J. A. et al. A CF/88 e as políticas sociais brasileiras. In: CARDOSO Jr., J. C. (Org.). A Constituição brasileira de 1988 revisitada: recuperação histórica e desafios atuais das políticas públicas nas áreas econômica e social. Brasília: Ipea, 2009, p. 55-121.

CASTRO, S. B. E. Políticas públicas para o esporte e lazer e o ciclo orçamentário brasileiro (2004-2011): prioridades e distribuição de recursos durante os processos de elaboração e execução orçamentária. Universidade Federal do Paraná, Programa de Pós-Graduação em Educação Física, 2016. p. 382.

COSTA, V. M. F. C. Federalismo e relações intergovernamentais: implicações para a reforma da educação no Brasil. Educação e Sociedade, Campinas, v. 13, n. 112, p. 729-748, jul./set. 2010.

FIGUERÔA, K.M. et al. Planejamento, ações e financiamento para o esporte em tempos de megaeventos. Motrivivência, Florianópolis, v. 26, n. 42, p. 55-71, 2014.

GOMES, G.M.; DOWELL, M.; CRISTINA, M. Descentralização política, federalismo fiscal e criação de municípios: o que é mau para o econômico nem sempre é bom para o social. Texto para Discussão, Brasília, n. 706, 2000.

GRASSO, R. P.; ISAYAMA, H. F. Financiamento e políticas públicas de esporte e lazer: uma análise da gestão no município de Santarém/PA (2005-2012). Revista Brasileira de Ciência e Movimento, Brasília, v. 25, n. 1, p. 151-167, 2017.

LUZ, A. P. R. G. Análise das políticas públicas de esporte e lazer no município de João Pessoa-PB. 2011. João Pessoa: Universidade Estadual da Paraíba, 2011. 209 f. Gestão Pública, Universidade Estadual da Paraíba, João Pessoa, 2011.

MARQUES, E. Notas críticas a literatura sobre Estado, políticas estatais e atores políticos. BIB: Boletim Bibliográfico de Ciências Sociais, no 43, 1996.

______., ARRETCHE, M. Condicionantes Locais da descentralização das políticas de saúde. Caderno CRH. Salvador. N. 39, p. 55-81. jul/dez.2003.

MERTINS, F.F.; MYSKIW, M.; SANFELICE, G.R. O Esporte e o Lazer na Estrutura Organizacional da Administração Pública Municipal. Licere, Belo Horizonte, v. 19, n. 3, p. 71-101, 2016.

MINHOTO, A. C. B. Federalismo, estado federalista e a revalorização do município: um novo caminho para o século XXI? Revista Brasileira de Políticas Públicas, Brasília, v. 3, n. 2, 2014.

NASCIMENTO, O.A.S.; LAZZAROTTI FILHO, A.; INÁCIO, H.L.D. As políticas públicas de lazer e esporte no município de Aruanã-GO. Pensar a Prática, Goiânia, v. 18, n. 4, out./dez. p. 864-879, 2015.

SABATIER, P. Top-down and bottom-up approaches to implementation research: a critical analysis and suggested synthesis. Journal of Public Policy, Cambridge, 6, p. 21-48. 1986.

SANTOS, A. M. S. P. Federalismo no Brasil: uma abordagem da perspectiva dos municípios. Direito da Cidade, Rio de Janeiro, v. 3, n. 1, p. 95-124, 2011.

SANTOS, C. H.; GENTIL, D. L. A. CF/88 e as finanças públicas brasileiras. In: CARDOSO Jr., J. C. (Org.). A Constituição brasileira de 1988 revisitada: recuperação histórica e desafios atuais das políticas públicas nas áreas econômica e social. Brasília: Ipea, 2009, p. 123-160.

SANTOS, E.S.; CANAN, F.; STAREPRAVO, F.A. Investimentos na função desporto e lazer por parte dos municípios da Bahia de 2002 a 2011. Journal of Physical Education, Maringá, v. 29, n. 1, p. 2-10, 2018.

SANTOS, L. L. S. R. Gestão pública municipal de esporte no estado do Paraná: estrutura administrativa e financiamento. 118f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) – Centro de Ciências da Saúde. Departamento de Educação Física. Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2016.

SANTOS, E. S.; STAREPRAVO, F. A. ; HIRATA, E. . Perfil das Prefeituras que descentralizaram o PELC de 2003 a 2012. Licere, v. 21, p. 71-88, 2018.

SILVA, T.D.; COUTO, A.M.S.; SANTOS, M.L.A. Análise da estrutura administrativa e financeira do esporte no município de Ipiaú-BA. Podium Sport, Leisure and Tourism Review, v. 3, n. 3, p. 77-87, 2014.

SOUZA, C. Federalismo e Descentralização na Constituição de 1988: Processo Decisório, Conflitos e Alianças. Dados, Rio de janeiro, v. 44, n. 3, p. 513-560, 2001.

SOUZA, C. Federalismo, desenho constitucional e instituições federativas no Brasil Pós-1998. Revista Sociologia e Política, Curitiba, v. 24, p. 105-121, jun. 2005.

TOMIO, F. R. de L. Comentários sobre a abordagem neoinstitucionalista. Revista Salamanca, Rioja, v. 1, p. 17-21, 2002.

VENTURIM, L. F; BORGES, C.N.; SILVA, D.S. Estratégias de gestão pública na prefeitura de Vitória/ES? O PELC e a intersetorialidade das ações. Licere, Belo Horizonte, v. 16, n. 4, p. p. 1-38. dez. 2013.

VERONEZ, Luis Fernando Camargo. O planejamento governamental e o orçamento do setor esportivo. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DO ESPORTE, 15, 2007, Recife. Anais... Recife: CBCE, 2007.

PDF
PDF (English)

Publicado
2018-12-23
Como Citar
Santos, E. S. dos, & Starepravo, F. A. (2018). Estrutura Político-Administrativa dos Governos Municipais do Piauí e Investimento no Esporte e no Lazer. LICERE - Revista Do Programa De Pós-graduação Interdisciplinar Em Estudos Do Lazer, 21(4), 166-183. https://doi.org/10.35699/1981-3171.2018.1935
 

Endereço: https://periodicos.ufmg.br/index.php/licere/article/view/1935

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.