Estrutura de Prática e Processo Adaptativo na Aquisição do Arremesso de Dardo de Salão

Por: Go Tani, e .

Revista Brasileira de Ciências do Esporte - v.22 - n.2 - 2001

Send to Kindle


Resumo

A aquisição de habilidades motoras em diferentes estruturas de prática foi investigada com base em um modelo de não-equilíbrio de aprendizagem motora. Investigou-se, especificamente, os efeitos das práticas variadas e constante no processo adaptativo na aprendizagem do arremesso de dardo de salão. Participaram do estudo trinta e nove crianças de ambos os sexos, distribuídas em quatro grupos de acordo com a situação experimental: prática constante, prática aleatória, prática constante-aleatória, e prática aleatória-constante. O experimento foi realizado em duas fases (estabilização e adaptação), e envolveu dois tipos de arremesso (com empunhadura comum e com empunhadura profissional). A distância do local de arremesso ao alvo foi manipulada durante a fase de estabilização (2,00; 2,60; e 3,20 metros). Os resultados, analisados em termos da média e do desvio padrão de escores, mostraram efeitos semelhantes para todos os grupos em ambas as fases experimentais. As explicações para esses resultados envolvem as variações na tarefa e sua complexidade, e as instruções referentes ao padrão de movimento a ser alcançado.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.