Estudo da Aptidão Fisica e Fatores de Risco Para Doenças Cronicas Não-transmissiveis em Trabalhadores da Limpeza Urbana da Cidade de Goiania

Por: Francisco Luiz de Marchi Netto.

2007 26/07/2007

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo teve como objetivo principal estudar a aptidão física e alguns hábitos de vida relacionados à saúde em trabalhadores da limpeza pública da cidade de Goiânia, a partir dos aspectos morfofisiológicos do condicionamento físico promovidos pelas características do próprio trabalho e do consumo de álcool e tabaco com os fatores de risco às doenças crônicas não transmissíveis. A metodologia utilizada neste estudo é do tipo descritiva, no modelo Survey Normativo (transversal) para a análise dos resultados dos testes motores da aptidão física e na discussão dos dados do inquérito referente aos hábitos de vida e histórico familiar de doenças. Foram selecionados dois grupos de trabalhadores da limpeza urbana da cidade de Goiânia assim constituídos, 54 homens e 52 mulheres, totalizando uma amostra de 106 sujeitos adultos.O estudo verificou as variáveis antropométricas de peso, estatura, Índice de Massa Corporal ? IMC, Relação Cintura/quadril ? RCQ, determinação do Percentual de Gordura Corporal (% Gordura)e Pressão Arterial (PAS e PAD). As variáveis motoras analisadas foram a força muscular de membros inferiores (pernas) e superiores (mão), resistência muscular abdominal, resistência cardiorrespiratória e flexibilidade coluna-quadril. Também foram analisados os dados relativos ao consumo de álcool e fumo dos sujeitos, bem como o histórico familiar e individual das doenças crônicas não-transmissíveis dos sujeitos. Os resultados do estudo são apresentados e discutidos em duas fases distintas. Na primeira parte são discutidos resultados do inquérito epidemiológico quanto a incidência e prevalência das doenças crônicas nãotransmissíveis. Na segunda parte discutem-se os resultados dos testes de aptidão física relacionados à saúde. As análises parciais realizadas a partir dos resultados obtidos em cada uma das variáveis investigadas nos permitem concluir que as atividades físicas laborais, realizadas pelos trabalhadores da limpeza urbana da cidade de Goiânia, não são suficientes para promover o desenvolvimento da aptidão física relacionada à saúde, bem como na proteção ou prevenção da incidência e prevalência de doenças crônicas não-transmissíveis nos sujeitos aqui investigados.

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000418169&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.