Estudo Comparativo do Perfil Motivacional Entre Gêneros de Atletas de Atletismo Universitário de Corrida

Por: Fernando César Gouvêa, Gabriel Girardi Motta, Juliana Sgarbi Bargas e Mariana Maeda.

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Esse estudo está baseado na teoria do modelo internacional de motivação,
do qual trabalhamos os dados coletados sobre as cinco diretrizes mais
utilizadas pelos profissionais da Psicologia do Esporte; a motivação para a
competição, metas de realização, motivação intrínseca e extrínseca,
influência da liderança e influências das recompensas. Para tanto foi
realizado um estudo comparativo procurando identificar as semelhanças e
diferenças do perfil motivacional entre gêneros de atletas. Foram sujeitos
da pesquisa 20 atletas de atletismo de provas de velocidade, sendo 10
homens e 10 mulheres, com idade entre 18 e 31 anos, todos os sujeitos
e ram at l e t a s e a l unos da Unive rs idade Pre sbi t e r i ana Ma ckenz i e. O
instrumento de coleta de dados consistiu em um questionário semi-dirigido
e um segundo questionário adaptado do Questionário de Recompensas
Preferidas de Weinberg e Gould. Procurou-se saber sobre o cotidiano do
atleta em seu treino e prática esportiva para fomentar a caracterização do
perfil motivacional dos atletas, o eu possibilitou verificar a natureza e o
objetivo dos perfis motivacionais, caracterizando-os segundo as cinco
diretrizes do modelo internacional de motivação. Entre os resultados
obtidos destacamos que 50% das mulheres e 40% dos homens têm como
meta específica melhorar o rendimento, abaixando seu tempo, superando
seus limites, sendo que 60% das mulheres e 50% dos homens apontam o
treinamento contínuo como responsável pelo sucesso na prática da
modalidade. 60% das atletas femininas se sentem recompensadas pelo
esforço na prática do esporte através do reconhecimento de seu técnico e
da e q u ipe, os homens s e s ent em re compens ados pe l a me lhora do
condicionamento físico e qualidade de vida (50%), e também no aumento
de seu rendimento esportivo. Concluímos que, apesar da maioria das
características levantadas possuírem semelhanças, os homens apresentaram
uma maior freqüência de respostas em relação às mulheres. Isso pode estar
relacionado ao fato do grupo masculino conter maior número de atletas
com mais tempo de prática esportiva, o que lhes concede uma visão mais
ampla e detalhada da atividade que praticam.

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/75_Anais_p403.pdf

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.