Estudo Descritivo do Inventário do Treino Técnico-desportivo do Tenista: Resultados Parciais Segundo o ‘ranking’

Por: , António T. Marques, Carlos A. A. Balbinotti e Marcos A. A. Balbinotti.

Revista Portuguesa de Ciências do Desporto - v.5 - n.1 - 2005

Send to Kindle


Resumo

RESUMO A formação técnico-desportiva do jovem tenista é constituída principalmente pelo exercício de um grupo de jogadas exigidas para o desempenho na quadra de jogo: Golpes de Definição (GD) e Golpes de Preparação (GP). Este estudo teve como objetivo investigar como foi realizado o treino técnico-desportivo de jovens tenistas brasileiros (13 – 16 anos), que participaram do circuito nacional de competições da Confederação Brasileira de Tênis (CBT) no ano de 2003. Ainda, objetivamos descrever possíveis diferenças entre o treino dos tenistas posicionados no ranking entre os 10 melhores do país (TR) e tenistas não posicionados entre os 10 melhores do país (TS). Após aplicação do Inventário do Treino Técnico-desportivo do Tenista (ITTT), observou-se diferença significativa na freqüência de treinamento dos grupos de golpes GP e GD [TR (t(63)= 13,6; p = 0,0001); TS (t = 10,6; gl = 165) p = 0,0001)]. Existe diferença significativa (p < 0,01) entre os grupos de golpe; os GP são treinados com mais freqüência (p < 0,01). Foi constatada diferença significativa em favor dos GP quando TR e TS são comparados. Estes resultados sugerem que o treino dos tenistas é realizado de forma precoce. 

Endereço: http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-05232005000100006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.