Estudo Diagnóstico do Nado Sincronizado no Brasil: Ferramenta Para Crescimento

Por: Mônica de Abreu Rosas.

22 páginas. 2011 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

Considerando a importância da base no desenvolvimento de uma modalidade esportiva, esse estudo teve como objetivo diagnosticar o nado sincronizado no Brasil baseado em informações sobre sua prática no país. A comparação feita com o Canadá serviu como referência, tanto quantitativa como qualitativamente, para análise do desenvolvimento desse esporte. A metodologia utilizada baseou-se em dados abrangendo características gerais dos dois países e dados mais específicos, relacionados à pratica do nado sincronizado, além de pesquisa feita com as treinadoras dos quatro melhores clubes brasileiros. Os resultados obtidos demonstraram uma diminuição de atletas com renovação de registro entre 2008 e 2010, no Brasil. Constatou-se também um decréscimo de 20% no número de atletas nos principais campeonatos das categorias de base, entre 2007 e 2010. Observou-se que o número de atletas em treinamento nos quatro melhores clubes, variou entre 67 e 40. Com relação ao alto rendimento, os resultados do Brasil em 7 edições de campeonatos mundiais, variaram entre o décimo e o décimo terceiro lugar, e nos Jogos Olímpicos obteve classificação nas provas de solo e dueto mas ainda não conseguiu classificar a equipe. O estudo permitiu concluir que o número de praticantes e atletas tem influência direta no crescimento do nado sincronizado, assim como a capacitação profissional, o trabalho de base específico, a estrutura dos clubes para treinamento, a participação de equipe multidisciplinar e a gestão, influenciam o desenvolvimento técnico e o desempenho da modalidade no alto rendimento.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.