Estudo da Distribuição das Pressões Plantares em Crianças Obesas: Efeitos de Um Programa de Intervenção

Por: Nadiesca Taisa Filippin.

Revista Brasileira de Educação Física e Esporte - v.22 - n.1 - 2008

Send to Kindle


Resumo

A condição de obesidade está associada com riscos à integridade estrutural e funcional de membros inferiores e as medidas de pressão plantar são ferramentas importantes para avaliar tais riscos. O estudo teve como objetivo analisar o efeito de um programa de intervenção multidisciplinar para o controle da obesidade sobre o comportamento da distribuição das pressões plantares em crianças obesas. Foram avaliadas 20 crianças, divididas em dois grupos (grupo experimental e grupo controle), de ambos os sexos, com idades entre nove e 11 anos. Os dados foram coletados antes e depois de um período de intervenção, que teve duração de três meses. As avaliações incluíram medidas das variáveis de pressão plantar, em seis áreas anatômicas dos pés, na postura ereta e na marcha por meio do sistema Pedar (Novel, GMbH). A partir dos resultados obtidos constatou-se que a massa corporal está minimamente correlacionada com a pressão plantar, o que pode explicar, parcialmente, a ausência de efeitos do programa especificamente delineado para este estudo sobre as variáveis selecionadas. Especula-se, porém, que modificações na distribuição das pressões plantares iniciem-se na região do médio-pé. Dessa forma, recomenda-se que programas de intervenção sejam associados ao treino das funções estáticas e dinâmicas dos pés, a fim de promover modificações importantes no comportamento das pressões plantares e, dessa forma, prevenir prejuízos aos pés de crianças obesas.

Endereço: http://www.revistasusp.sibi.usp.br/pdf/rbefe/v22n1/v22n1a2.pdf

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.