Estudo dos Efeitos de Temporada de Treinamento Físico Sobre a Performance de Uma Equipe de Handebol Feminino Sub-21

Por: Bernardo Neme Ide, Charles Ricardo Lopes, Clodoaldo José Dechechi, Denise Vaz Macedo, Eduarda Faria Abrahão Machado e René Brenzikofer.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.16 - n.4 - 2010

Send to Kindle


Resumo

O handebol é um esporte que demanda resistência associada a ações rápidas e potentes, como saltos, bloqueios,sprints e arremessos. O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos de treinamento físico sistematizado de 38 semanas aplicado em uma equipe de handebol feminino sub-21 sobre a potência de membros superiores e inferiores, velocidade e resistência de sprints de 30m. A periodização consistiu de adaptação da teoria de cargas concentradas e objetivou dois picos de performance durante a temporada, com seis coletas de dados. Os valores de mediana e amplitude de variação dos dados (entre parênteses) para o teste de arremesso de medicine ball de 3kg foram: 2,98m (2,15-3,50), 2,84m (2,43-3,20), 2,90m (2,60-3,38), 3,10 (2,83-3,81), 2,84 (2,55-3,57) e 3,34 (2,93-3,83). Para o teste de salto triplo horizontal alternado: 5,60m (4,93-6,58), 5,37m (5,04-6,38), 5,36m (4,93-6,12), 5,65m (4,80-6,78), 5,63m (5,00-6,40) e 5,83m (5,14-6,05). Para o teste de velocidade de sprint de 30m: 5,8m/s (5,45-6,44), 6,64m/s (6,24-7,09), 5,65m/s (5,17-5,95) (não houve coleta IV para esta capacidade), 6,19m/s (5,57-6,26) e 5,83m/s (5,14-6,05). Para o número de sprints até queda de 10% velocidade de 30m: 4 (4-6), 5 (4-9), 4,5 (4-16) (não houve coleta IV para esta capacidade), 6 (4-12) e 5 (4-5). Observamos diferenças estatisticamente significativas nos testes de arremesso de medicine ball de 3kg e salto triplo horizontal em relação aos testes do início da temporada (p < 0,05) em pelo menos um dos períodos planejados para obtenção do pico de performance, sem melhoras significativas na velocidade média e resistência de sprints de 30m. O treinamento aplicado foi eficiente para a melhoria do condicionamento físico específico nos picos deperformance, propiciando também melhor ajuste no treinamento para a próxima temporada.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922010000400013&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.