Estudo de Hábitos de Vida, Nível de Sedentarismo em Sujeitos do Sexo Masculino e Correlações com as Doenças Crônicas Não Transmissíveis

Por: Antonia Dalla Priabankoff, Carlos Aparecido Zamai e Osmar Jesus Macedo.

IV Congreso Latinoamericano de Estudios Socioculturales Del Deporte - ALESDE

Send to Kindle


Resumo

Foram avaliados 37 sujeitos do sexo masculino com idades entre 29 a 53 anos, através de um questionário contendo nome, idade, hábitos de vida, alimentação e sedentarismo. Além do questionário, foi aplicado teste ergométrico utilizando o protocolo de Bruce. Utilizou-se o Sistema de Ergometria-TEB, o qual é formado por uma Esteira Ergométrica Apex 2200, dois monitores, com configuração para 06 protocolos e outros que atendem os limites de velocidade e de inclinação do referido sistema. Quanto ao modelo estatístico optamos por realizar Análise de Componentes Principais, um método multivariado que tem por objetivo tomar p variáveis X1, X2, ..., Xp e encontrar combinações lineares destas para produzir os chamados componentes principais, não correlacionados e que possam descrever fielmente a variância dos dados originais. Além disso, os primeiros componentes principais podem ser utilizados para representar os dados, tornando a análise mais fácil à análise com um número menor de variáveis. A análise estatística dos dados foi desenvolvida usando-se o software R Core Team (2013). Os resultados mostraram altas correlações entre as variáveis estudadas, especificamente, frequência cardíaca, pressão arterial sistólica e pressão arterial diastólica. As menores correlações foram observadas em relação a variável idade. Apenas as duas primeiras componentes principais de forneceram informações de aproximadamente 76% da variabilidade total dos dados e os índices mais altos produzidos por estes componentes foram atribuídos aos indivíduos com hábitos de vida não recomendados pelo Ministério da Saúde.
 

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.