Estudo da Influência de Um Programa Centrado na Dança de Salão Sobre o Desempenho Motor de Escolares de 8 a 10 Anos de Idade

Por: Maria Aparecida Coimbra Maia.

2009 20/08/2009

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo teve como objetivo analisar a influência de um programa de iniciação em dança de salão na escola sobre o desempenho motor de escolares aliado à percepção de competência. Do tipo quase-experimental, propõe sistematizar e realizar um programa de ensino-aprendizagem em dança de salão, especialmente elaborado para esta pesquisa; analisar os níveis de eficiência pessoal para a habilidade de dança de salão e identificar os níveis de percepção de competência em pré e pós-teste; avaliar os níveis de coordenação motora antes e após a aplicação do programa de iniciação em dança de salão; comparar os resultados revelados nos testes entre um grupo submetido ao programa de dança de salão, com outro, praticante apenas das aulas de educação física em que este conteúdo não foi ministrado. A população do estudo foi composta de 89 alunos da 3ª série do ensino fundamental do uma escola pública de Maringá/PR. Foram utilizados como instrumentos de medida, o Inventário de Eficiência Pessoal de Valentini e Toigo (2006) adaptado para a dança de salão, a Escala de Percepção de Competência de Harter (1985) adaptado por Fiorese (1993) e o teste KTK de Kiphard e Schilling (1974), traduzido por Gorla (1997) para a avaliação da coordenação motora corporal. Para análise dos dados do presente estudo utilizou-se da estatística descritiva, o á de Croanbach, o teste de Kappa, o modelo linear de efeitos mistos e o coeficiente de correlação de Pearson, adotando p< 0,05. Os resultados do inventário evidenciaram que as crianças tinham pouca experiência com dança, mas a maioria gostaria de aprender dança de salão, além de sentirem-se mais eficientes para esta prática após a intervenção. Ambos os grupos revelaram níveis moderado e alto de percepção de competência, nas sub-escalas: competência escolar, aceitação social, competência atlética e valor global, o que indica que as crianças estão satisfeitas do jeito que são em vários domínios de suas vidas. Os resultados do teste KTK evidenciaram melhoras significativas do grupo experimental nas tarefas: trave de equilíbrio (p<0,001), saltos monopedais (p<0,000), saltos laterais (p<0,001) e transferências sobre plataformas (p=0,005). O grupo controle mostrou melhora significativa na tarefa trave de equilíbrio (p=0,034). Com relação ao quociente motor geral, o grupo experimental evidenciou melhora significativa (p<0,001), bem como o grupo controle (p=0,057), já para o quociente motor em percentual, apenas o grupo experimental apresentou diferença significativa no pós-teste (p<0,001). Os resultados também indicaram haver correlações internas em ambos os instrumentos, porém não entre eles, exceto entre o quociente motor e aceitação social. Conclui-se que o programa de iniciação em dança de salão na escola pode contribuir significativamente sobre o desempenho motor, traduzido pela melhora da coordenação motora de escolares, com efeitos sobre a manutenção na consistência da percepção de competência após a participação no programa. Isto permite propor sua inclusão efetiva na disciplina educação física escolar.

Endereço: http://nou-rau.uem.br/nou-rau/document/?code=vtls000177727

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.