Estudo Morfoquantitativo do Plexo Mientérico do Estômago Humano em Indivíduos Jovens e Idosos

Por: Carlos Alberto Anaruma.

205 páginas. 1994

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste trabalho é estudar as características morfoquantitativas do plexo mientérico do estômago humano em indivíduos jovens e idosos. Foram utilizados segmentos de 1 cm2 da túnica muscular de três regiões do estômago de jovens e idosos, a saber: Fundo (região cranial do fundo), corpo (curvatura menor, curvatura maior, parede anterior e parede posterior) e do antro (parede anterior e posterior do antro pilórico). Estes segmentos foram preparados para estudos à microscopia de luz (membranas coradas por Giemsa, e cortes histológicos corados pelo Picrossirius, Azo-carmim, Hematoxilina férrica e resorcina-fucsina com oxona e sem oxona), eletrônica de transmissão e de varredura. Em preparados de membranas corados por Giemsa, determinou-se o número de gânglios/cm 2 , o número de neurônios/ cm 2, o número de neurônios/gânglio e a área do perfil celular do corpo dos neurônios. Quanto a forma, os gânglios apresentam-se arredondados, ovalados, alongados, estrelados ou poligonais, aumentando de tamanho e densidade, do fundo em direção ao piloro. Os neurônios apresentaram forma oval, arredondada ou fusiformes, com dimensões que variavam de pequenos, médios e grandes em um mesmo gânglio. Foi estimado em cada região, o número total de gânglios e neurônios em jovens e idosos. A observação dos cortes histológicos em microscopia de luz e em microscopia de transmissão, mostraram que nas três regiões estudadas do estômago, os gânglios e as fibras interganglionares do plexo mientérico estão contidos em um septo intermuscular, localizado entre as fibras circulares e longitudinais da túnica muscular. Eles possuem cápsulas, onde estão presentes fibras colágenas, elásticas, elaunínicas e oxitalânicas. Em seu interior, os neurônios, as células da glia e os feixes nervosos são envolvidos por delicadas firas colágenas e poucas fibras do sistema elástico. Nos gânglios do grupo idoso detectou-se um aumento destas fibras, tanto na cápsula como no interior do gânglio. Também houve diminuição na densidade de gânglios e de neurônios. Ao nível de microscopia eletrônica de varredura, observou-se grupamentos de neurônios que apresentavam forma arredondadas e de diferentes tamanhos. Nota-se os grupamentos neuroniais envoltos por feixes de fibras colágenas e rodeadas de fibras musculares.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=1783&listaDetalhes%5B%5D=1783&processar=Processar

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.