Estudo Sobre os Hábitos de Actividade Física e de Alimentação dos Alunos do 5º e 6º Anos da Escola Básica do 2º e 3º Ciclos de Paranhos - Porto

Por: Rui Corredeira e Sofia Canossa.

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Na actualidade, são diversos os campos de preocupação dos Profissionais ligados à actividade física em geral e, em particular, dos Professores de Educação Física. Na população escolar (PE), as questões relacionadas com hábitos de vida menos adequados, entre eles os alimentares e actividade física deficitária, são cada vez mais evidentes e preocupantes. Assim, este estudo visou: 1) conhecer os níveis de actividade física extra-escolar e extracurricular dos alunos da amostra; 2) conhecer qual o seu nível de participação no Desporto Escolar (DE); 3) confrontar e sensibilizar a comunidade educativa (CE) com as possibilidades de criação de alternativas de práticas físicas e desportivas; 4) conhecer os seus principais hábitos alimentares; 5) detectar a presença de "erros graves" de alimentação; 6) sensibilizar a CE para a dimensão do problema e lançar propostas de minimização dos "erros" alimentares identificados. Material e Método: O instrumento de pesquisa foi elaborado com base numa selecção de questões do documento original: "The Health Behavior in Schoolchildren: a WHO cross-national survey" (WOLD, 1989), adaptado a partir do "Inventário de Conductas de Salud en Escolares" (BALAGUER, 1999).A amostra compreendeu 309 alunos dos 5º e 6º anos da EB 2,3 de Paranhos. Utilizou-se a estatística descritiva com recurso ao programa SPSS 10.0.Resultados: Constactamos que 46% dos alunos possui prática desportiva num Clube fora da Escola e que os Desportos praticados com alguma regularidade na Escola, fora das aulas de EF e do Desporto Escolar (DE) foram assim distribuídas: Futebol-66%; basquetebol-29% e jogos sem bola-20%, participando no DE 46,6% deles. Alguns nunca tomam o pequeno-almoço, ou não o fazem de 1 a 3 dias da semana (28%), ou ingerem apenas um alimento (34%). O Almoço de sandes e bolos, doces e pasteis são apontados (26% e 36% respectivamente) de 1 a 3 dias da semana. Entre 1 a 4 ou mais dias na semana, é apontado o consumo de refrigerantes (35%), batatas fritas (44%) e hambúrguer ou salsichas (44%) enquanto 38% consomem gomas, rebuçados e chocolates de 1 a 6 dias na semana.Conclusões: Percebemos que o nível de participação desta PE em actividades físicas e desportivas poderia ser maior se a Escola alargasse e criasse outras alternativas de prática, no DE ou outras e alertamos para a necessidade de se activarem estratégias no sentido de se orientar a alimentação dos nossos alunos, como por exemplo, retirar as máquinas de Snacks do polivalente.

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/74_Anais_p395.pdf

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.