Estudos Brasileiros de Produtividade Científica em Educação Física de 1980 a 2000.

Por: João Marcos Ferreira de Lima Silva, e .

I CONBIDE - I Congresso Brasileiro de Informação e Documentação Esportiva

Send to Kindle


Resumo

Levantamento bibliográfico dos estudos brasileiros de produtividade científica em
educação física de 1980 a 2000. Os dados foram coletados por meio de buscas nos principais
bancos de informações on-line disponíveis no pais. Os trabalhos realizados no âmbito do Brasil são: Canfield (1985) Cantarino Filho (1986), Juvêncio (1986), Faria Júnior (1987), Gaya (1987), Gonçalves e Vieira (1989), Silva (1990), Vieira (1990), Faria Júnior (1992), Faria Júnior (1991), Gaya, Marques e Bento (1992), Magro (1992), Sobral (1992), Vaz, Pereira e Santos (1993), Vaz e Pereira (1993), Gaya (1994), De Rose, Canfield, Nahas, Resende e Tani (1997), Moura (1997), Nascimento e Krebs (1997), Silva (1997), Nascimento (1999), Kroeff (2000). Observa-se que a partir da década de 80, houve um crescente interesse por parte dos pesquisadores em realizar trabalhos com vistas a levantar, caracterizar, descrever, compreender, analisar, avaliar e organizar a produção científica. Muito embora se conheça a interface da ciência da informação com a sociologia, que enfatiza os processos de produção e comunicação científica e sua interação com as questões sociais, nota-se que essa concepção pouco refletiu nos estudos de produtividade científica da área de educação física.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.