Estudos Fatoriais e de Consistência Interna da Escala Balbinotti de Motivos à Competitividade no Esporte (ebmce-18)

Por: Marcos Alencar Abaíde Balbinotti e Marcus Levi Lopes Barbosa.

Motriz - v.17 - n.2 - 2011

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo é testar o modelo tridimensional – Orientação à Vitória (OV); Orientação  à Performance (OP); e Orientação ao Status (OS) – avaliado pela Escala Balbinotti de Motivos à 
Competitividade no Esporte (EBMCE-18), através dos princípios métricos das análises fatoriais e  consistência interna. Foi utilizada uma amostra de 549 jovens de 13 a 16 anos, todos praticantes regulares 
de atividades físicas ou esportivas. Os resultados das análises fatoriais exploratória (explicando cerca de  54% da variância total do construto) e confirmatória (GFI = 0,928; AGFI = 0,937; X2
/gl = 1,29; RMS = 0,053)  permitem concluir que o modelo testado confirmou satisfatoriamente a existência de três dimensões (OV,  OP e OS). Os resultados do estudo da consistência interna, obtidos pelo cálculo Alpha de Cronbach (de  0,79 a 0,91), assegura a precisão do modelo testado. Novos estudos devem explorar/testar outras  importantes qualidades métricas deste instrumento (validade de conteúdo e fidedignidade teste-reteste,  entre outras). 

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/1980-6574.2011v17n2p318/pdf_102

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.