Estudos de Gênero na Educação Física Brasileira

Por: e Renata Osborne.

Motriz - v.17 - n.1 - 2011

Send to Kindle


Resumo

A pesquisa objetivou mapear alguns aspectos relativos ao quadro teórico dos estudos de gênero  na Educação Física (EF) no Brasil: correntes teóricas, temáticas recorrentes, lacunas, grupos de pesquisa e 
intelectuais cadastrados no CNPq, além dos livros sobre Gênero na EF e esporte. A literatura aponta que  os estudos de gênero na EF iniciam na década de 1980, organizando-se em três correntes centrais: 
marxista, culturalista e pós-estruturalista. Abordam temáticas como: metodologias de ensino na EF escolar,  estereótipos nas práticas corporais, mecanismos de inclusão e exclusão na EF; História das Mulheres no  desporto; Representações sociais sobre Gênero na mídia esportiva; Mulheres em posições de comando no  desporto; e Identidades de gênero no desporto. Tais estudos têm abordado prioritariamente as mulheres,  apresentando algumas lacunas teóricas. Identificaram-se 14 livros sobre a temática na literatura da EF,  além de grupos de pesquisa consolidados na EF, intelectuais com doutoramento na área e um número  relevante de teses e dissertações. 

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/1980-6574.2011v17n1p93/pdf_85

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.