Evolução dos Indicadores Antropométricos e Estatuto Ponderal Durante o Ano Letivo de Escolares em Recife

Por: Camila Fonseca de Oliveira, Carla Raquel de Melo Daher, Maria das Graças Paiva e Rosemberg Alves Bélem.

XIV Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Objetivos:
O objetivo principal deste trabalho foi verificar o perfil das crianças quanto ao estatuto ponderal através de indicadores antropométricos e classificar esta população, amostra do total de 47 crianças participantes de estudos subsequentes de investigação sobre seu desenvolvimento e desempenho motor.

Métodos e resultados:
Estudo tranversal onde foram submetidos à avaliação antropométrica 25 escolares entre 7 e 9 anos, sendo 10 meninas e 15 meninos, avaliados em fevereiro e novembro de 2011. O peso foi registrado através de balança eletrônica Plena ® com precisão de 100 gramas e altura mensurada usando-se um estadiômetro portátil Alturexata ® com precisão de 1mm. Medidas antropométricas foram utiizadas para classificação do estado nutricional através dos pontos de corte definidos pelas curvas de crescimento da Organização Mundial de Saúde (OMS, 2007). O acompanhamento destas crianças compreendeu o período do ano letivo onde, através dos resultados, observamos que no início do ano escolar 83% das crianças eram eutróficas, enquanto que 17% apresentaram sobrepeso, após 9 meses o número de eutróficos caiu para 78%, 17% das crianças permaneceram com sobrepeso enquanto que 5% apresentou baixo peso, apenas 11% das crianças apresentaram valores baixos da altura para a idade.

Conclusão:
Ratificamos a tendência da transição nutricional nas crianças ao identificamos uma prevalência de 17% de sobrepeso. Na população alvo de nossos estudos já foi possível perceber que a maioria dos escolares não apresentou variações nos seus indicadores antropométricos durante este período, refletindo uma tendência à estabilidade da informação.

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.