Excesso de Peso e Obesidade na Escola: Conhecer Para Intervir

Por: António Manuel Fonseca, Cláudia Dias, Mário João Mendes e Nuno Corte Real.

Revista Portuguesa de Ciências do Desporto - n.1 - 2014

Send to Kindle


.Resumo

A obesidade, considerada a epidemia do século XXI, constitui, como se sabe, uma preocu-pação crescente a nível mundial, sendo por isso prioritário que se intervenha neste domínio. Neste sentido, o presente estudo, realizado numa escola secundária pública com 1004 alu-nos a frequentarem as aulas de Educação Física, e na qual foram referenciados 218 alunos com índice de massa corporal (IMC) acima dos níveis recomendados (15.8% com excesso de peso e 5.9% com obesidade), procurou analisar os níveis de IMC, a prática desportiva fora da escola, os estados de mudança e as principais barreiras à prática de exercício físico e de desporto, bem como a relação entre estas variáveis e o sexo e a idade. Participaram nesta in-vestigação 193 alunos de ambos os sexos (46% rapazes e 54% raparigas), com idades com-preendidas entre os 12 e os 20 anos (M = 16.4 ± 1.4), que preencheram a versão reduzida do Inventário de Comportamentos Relacionados com a Saúde dos Adolescentes e as versões traduzidas e adaptadas para a língua portuguesa do questionário States of Change – Short Version e do Decisional Balance for Exercise Adoption Questionnaire. Não foram encontradas associações significativas entre o sexo e a idade e o IMC, mas verificou-se uma prevalência ligeiramente mais elevada de obesidade nas raparigas e nos alunos mais velhos. Adicional

Endereço: https://rpcd.fade.up.pt/entradaPT.html

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.