Execução dos Fundamentos do Voleibol na Areia Embasado na Literatura Científica

Por: Nelson Kautzner Marques Junior.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.23 - n.4 - 2015

Send to Kindle


Resumo

Os fundamentos do jogo de dupla na areia possuem um objetivo na sua execução durante o jogo. Quais informações científicas podem melhorar a execução dos fundamentos para ocasionar um melhor desempenho no modelo de jogo? Existem poucos estudos sobre esse tema, mas até a data presente não foi produzida nenhuma investigação que explique como o jogador de voleibol de dupla na areia merece efetuar certos fundamentos durante a partida embasado na literatura científica. O objetivo do ponto de vista foi explicar a prática dos fundamentos do voleibol de dupla na areia embasado na literatura científica. O jogador deve variar o tipo de saque com o intuito de evitar uma adaptação do oponente do seu serviço. O levantador do jogo de voleibol merece ser imprevisível com o intuito de facilitar o ataque e dificultar a ação do bloqueio. Então, essa imprevisibilidade do levantamento é conseguida quando uma equipe efetua o levantamento nas diversas regiões da quadra e com vários tipos de bola, dando preferência ao levantamento de bola rápida. As cortadas que marcam mais pontos são os ataques fortes e o ataque colocado. O bloqueio merece interceptar a cortada porque as chances de defesa podem ser maiores. O saque, o passe, o levantamento e a defesa permitem um descanso ativo com a bola caso o atleta necessite após um rali muito intenso, merecendo que o jogador coloque a bola o mais alto possível a fim de recuperar do esforço físico. Em conclusão, efetuar os fundamentos do voleibol de dupla na areia embasado na literatura científica permite que os jogadores executem ações racionais e eficazes para proporcionar o êxito na partida.

Endereço: http://dx.doi.org/10.18511/0103-1716/rbcm.v23n4p192-200

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.