Exercício Aeróbio e Poluição Atmosférica: Uma Revisão Acerca das Respostas Agudas dos Sistemas Cardiorrespiratório e Imune

Por: Adriano Eduardo Lima da Silva, André Gonçalves Correa, Flávio de Oliveira Pires, Monique Matsuda, Rogério Carvalho da Silva e Rômulo Cássio de Moraes Bertuzzi.

Arquivos em Movimento - v.7 - n.2 - 2011

Send to Kindle


Resumo

A prática de exercícios físicos em parques públicos e ruas das grandes cidades, e o aumento da poluição atmosférica fomentam estudos sobre a relação entre poluentes, atividade física e desempenho esportivo, uma vez que exercícios aeróbios contribuem para prevenção e tratamento de doenças crônico-degenerativas, e a poluição atmosférica desencadeia processos inflamatórios que agravam principalmente doenças cardiorrespiratórias. Portanto, esta revisão visa informar sobre o impacto da prática de atividades físicas predominantemente aeróbias realizadas em ambientes poluídos, enfatizando a resposta aguda dos sistemas imune e cardiorrespiratório, e abordando condutas para os treinadores. Sugere-se uma análise quantitativa do efeito nocivo da poluição sobre o sistema cardiorrespiratório. Atividade Motora; Poluição do Ar; Reação de Fase Aguda; Sistema Cardiorrespiratório.

Endereço: https://revista.eefd.ufrj.br/EEFD/article/view/165

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.