Exercício de Alta Intensidade e Flexibilidade de Membros Inferiores: Estudo de Dose-efeito

Por: , Glauber Lameira de Oliveira, João Rafael Valentim-silva, Marcelo Lentini Costa, Mario Cezar de Souza Costa Conceição e Talita Adão Perini de Oliveira.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.22 - n.4 - 2016

Send to Kindle


Resumo

Introdução: Os cientistas do esporte veem estudando o fenômeno que envolve diferentes tipos de exercícios e sua influência sobre outras atividades. Os exercícios de alongamento têm influência negativa sobre a força e potência muscular, da mesma forma que o treinamento cardiovascular de longa duração ou alta intensidade. No entanto, poucas investigações têm estudado o oposto. Objetivo: Identificar se o exercício de alta intensidade tem influência sobre a flexibilidade muscular de forma aguda. Métodos: Amostra de quarenta e três jovens adultos do sexo masculino e do sexo feminino entre 18 e 28 anos de idade, com média de idade de 22,88 + 3,04 anos, praticantes de atividade física por pelo menos seis meses. Para verificar a flexibilidade, foi utilizado o teste de sentar e alcançar. Para o treinamento de alta intensidade, foi selecionada a pressão de pernas (leg press) em 45º. Foram realizadas 10 repetições a 85% de 1 RM, tanto no pré quanto no pós-teste. A análise estatística foi realizada por ANOVA e testes post hoc de Scheffer, com nível de significância para diferenças ≤ 0,05. Resultados: A comparação entre pré e pós-teste mostrou-se estatisticamente significante desde a linha de base, da quarta até a sétima repetição. Conclusão: Os exercícios de força a 85% de 1 RM parecem aumentar significativamente a amplitude de movimento de forma aguda e o crescimento dessa amplitude de movimento tem resposta de dose-efeito.
 

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1517-86922016000200097&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.