Exercício Físico, Marcadores Inflamatórios e Genótipo da Apoe em Idosos com Comprometimento Cognitivo Leve e Idosos Cognitivamente Preservados

Por: Carla Manuela Crispim Nascimento.

74 páginas. 2014 11/02/2014

Send to Kindle


Resumo

A inflamação crônica de baixo-grau vem demonstrando interferir significativamente no processo degenerativo principalmente em idosos com comprometimento cognitivo leve (CCL). A prática regular de exercícios físicos já demonstrou ser eficaz para reduzir a liberação de algumas citocinas, inclusive em indivíduos idosos. Desta maneira, o exercício físico converte-se em uma abordagem não-farmacológica complementar importante para auxiliar no curso do envelhecimento saudável. Os objetivos do presente estudo foram: a) analisar os efeitos de 16 semanas de um programa multimodal de exercícios físicos nas concentrações periféricas de marcadores inflamatórios em idosos com comprometimento cognitivo leve (CCL) e em idosos cognitivamente preservados; b) analisar se o genótipo da APOE influenciaria o padrão destas respostas a este programa e ainda, c) Identificar se as concentrações de citocinas pró-inflamatória, o genótipo da APOE e a prática regular de exercícios físicos contribuiriam para a predição de CCL nos sujeitos. Para tanto, foram selecionados 67, distribuídos em subgrupos de acordo com a presença de CCL e participação em um protocolo multimodal de exercícios físicos por 16 semanas (grupo treinamento com CCL: n=20; grupo treinamento cognitivamente preservado: n=15; grupo controle com CCL: n=17; grupo controle cognitivamente preservado: n=15). Todos os participantes foram avaliados por meio da Clinical Dementia Rating; Questionário de Atividades Instrumentais de Pfeffer; Escala Geriátrica de Depressão; Questionário de Baecke Modificado Para Idosos; Montreal Cognitive Assessment; Bateria de testes motores da American Alliance for Health, Physical, Education, Recreation and Dance; além de análises laboratoriais para determinação do polimofismo da APOE, análises de glicemia, triglicérides, HDL e LDL e concentrações séricas das citocinas pró-inflamatórias: Fator de Necrose Tumoral- -   -6 (IL-6) Os principais achados do presente estudo indicaram que: a) os sujeitos que participaram do programa multimodal de exercícios físicos apresentaram reduções significativas dos níveis de IL-6 e TNF-, independente da condição cognitiva; b) Estas reduções nos níveis periféricos de IL-6 e TNF-      da genotipagem da APOE e; c) níveis periféricos de IL-6 e TNF- e prática regular de exercícios físicos são potenciais preditores de CCL.

Endereço: http://hdl.handle.net/11449/122018

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.