Exercícios Qualitativos de Avaliação na Formação em Educação Física

Por: F. S. Alves.

IX Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana XV Simpósio Paulista de Educação Física

Send to Kindle


Resumo

Nas disciplinas de Atividades Rítmicas e Expressivas e Dança o aluno dos cursos de Educação Física têm a possibilidade de vivenciar a experiência intensiva (lúdica) na formação acadêmica dentro de um contexto diferente daquele constituído na prática esportiva, na qual o intensivo geralmente está em função do jogo competitivo. Nas práticas rítmicas e expressivas e nas práticas em dança também há alguma coisa em jogo, tal como diria Huizinga a respeito dos jogos. Esse algo em jogo, nestes casos, é aquele elemento intensivo que tem o poder de fascinar, excitar e envolver. Por ele se ascende à experiência artística e ao exercício lúdico da criação e da espontaneidade, que, por sua vez, alimentam os jogos rítmicos e expressivos e a produção em dança. Como estar atento a esse elemento intensivo nas avaliações dessas disciplinas, sabendo que tal elemento não se deixa apreender facilmente por registros quantitativos de avaliação? Tal questão ganha fôlego quando se considera a tendência bancária e tecnicista muitas vezes imposta sobre a formação acadêmica. De certo modo as disciplinas em pauta sentem o peso opressivo destas tendências quando se veem na necessidade de quantificar o desempenho de seus alunos, tendo, muitas vezes, que se submeter a diretrizes avaliativas restritas que pouco se preocupam com os processos, pois a eles só interessam os resultados na sua superfície mais formal e objetiva. Não obstante, os jogos rítmicos e expressivos e as práticas em dança fogem aos limites da objetividade, pois trazem como proposta o exercício da sensibilidade, da criatividade e da expressão corporal dentro do contexto da produção artística. Tal proposição interfere diretamente na avaliação do desempenho dos alunos nessas disciplinas, por isso, o objetivo deste trabalho foi mapear os dispositivos avaliativos constituídos nas disciplinas de Dança e Atividades Rítmicas e Expressivas dos cursos de Educação Física da Unesp de Rio Claro, realizadas no segundo semestre de 2013 e primeiro semestre de 2014 respectivamente. Descrevemos os modos através dos quais estivemos atentos à criatividade e à expressão nessas disciplinas. Tal descrição foi constituída a partir de um exercício discursivo tecido pelas impressões escritas dos próprios alunos (diários) acercas das vivências e estudos desenvolvidos durante o curso das referidas disciplinas. A partir deste exercício de escrita, demarcamos quatro dispositivos: 1. Exercícios de Escrita de Si; 2. Trabalhos Coletivos; 3. Monitorias em Dança; 4. Processo Criativo, montagem e apresentação artística. O funcionamento desses dispositivos tornou possível a valorização do processo efetivamente constituído nas disciplinas cursadas e com essa valorização o olhar avaliativo se concentrou sobre os elementos qualitativos (intensivos) que permeiam as aprendizagens vivenciadas, abrindo um campo de discussões acerca dos efeitos destes exercícios avaliativos no âmbito da formação acadêmica.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/10060/10060

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.