Existem Diferenças no Pulso Auscultatório da Restrição Total de Fluxo Sanguíneo Entre as Posições, Membros e Segmentos Corporais?

Por: Gabriel Rodrigues Neto.

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.20 - n.5 - 2018

Send to Kindle


Resumo

A verificação do pulso auscultatório da restrição de fluxo sanguíneo (RFS) total tem sido fator limitante dos estudos devido à forma de avaliação e prescrição, já que as medidas hemodinâmicas podem sofrer influência direta da gravidade. O objetivo do presente estudo foi comparar o pulso auscultatório da RFS entre as posições, sexo, membros e segmentos corporais em jovens saudáveis. Participaram do estudo 156 sujeitos, sendo 76 homens e 80 mulheres (23,9±3,7 anos, 66,5±11,5 kg, 1,67±0,07 m). Após o preenchimento da ficha cadastral, foram avaliadas a antropometria e em seguida houve a determinação da pressão de RFS. A RFS foi avaliada de forma randomizada em ambos os membros (superiores e inferiores) e ambos os segmentos (direito e esquerdo) nas posições: a) deitada em decúbito dorsal; b) sentada com joelhos e tronco em 90°; e c) em pé na posição anatômica. Observaram-se diferenças significativas entre as posições deitado, sentado e em pé (p<0,05), entre os sexos (p<0,05), entre os membros (p<0,05) e entre os segmentos direito vs. esquerdo no membro inferior em ambos os sexos [homem (p=0,014) e mulher (p=0,009)] na posição deitada. Entretanto, observou-se não existir diferenças significativas entre os segmentos direito vs. esquerdo no membro superior (p>0,05). O ponto da RFS parece diferir entre as posições, sexo, membros inferiores e segmentos. Portanto, recomenda-se que os profissionais da área da saúde devam verificar o ponto da RFS na posição referente ao exercício que será realizado, levando em consideração o sexo, membros inferiores e segmentos corporais.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1980-00372018000500381&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.