Experiências, Limitações e Desafios de Um Projeto de Extensão Ligado Ao Lazer em Além Paraíba (mg)

Por: .

XXV ENAREL - Encontro Nacional de Recreação e Lazer

Send to Kindle


Resumo

O presente trabalho, aqui resumido, tem como base o projeto de extensão Diagnóstico e aproveitamento do potencial turístico relativo ao patrimônio ferroviário de Além Paraíba (MG) do Departamento de Turismo da UFJF em parceria com a Prefeitura Municipal de Além Paraíba, município este localizado na Zona da Mata Mineira vindo a fazer divisa com o estado do Rio de Janeiro e, segundo o IBGE,1 em 2010, sua população era de 34.349 habitantes distribuídos ao longo do seu território de 510 km². Este resumo visa discorrer brevemente sobre os principais resultados alcançados pelo projeto supracitado durante seu período de duração, que possuía como objetivo colaborar com a Secretaria de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo para o desenvolvimento turístico da cidade. A principal
mete o principal desafiodo projeto, que inicialmente tinha tempo de duração previsto para cinco anos, eram buscar conceber usos para o patrimônio ligado à ferrovia e às fazendas do Ciclo do Café, o que acabou não se consolidando. Os principais resultados alcançados foram: realização do inventário turístico; mapeamento da demanda turística potencial e real da cidade; concepção do plano municipal de turismo e sensibilização dos atores por meio de oficinas junto à sociedade civil, poder público e iniciativa privada, sendo que esta última ação citada foi de suma importância para que fossem definidas as lacunas das políticas públicas municipais concernentes ao lazer, sendo sua relevância discutida em toda a oficina para que, mais uma vez, a população se interagisse com as articulações do projeto. Um recente investimento da gestão atual em um local público e de lazer foi realizado em torno das melhorias das praças para que seus habitantes pudessem usufruir delas. A metodologia utilizada para este trabalho consiste em relatos das vivências a partir das ações empreendidas no projeto de extensão, iluminando-as com o referencial teórico utilizado e estudado ao longo das ações do projeto e que se pauta, principalmente, no que tange ao lazer, em Dumazedier (1974), Marcellino (2007); já para as ações ligadas à comunidade,utilizou-se o aporte de Swarbrooke (2000). A premissa básica durante a realização do projeto era pautada no planejamento turístico do município sob o ponto de vista de seus cidadãos, pensando na cidade, primeiro, como um espaço de lazer mais democrático aos seus moradores. Importante que se ressalte que os participantes do grupo de trabalho do projeto de extensão relatado se vinculam a uma vertente teórica que advoga que o turismo não é a principal manifestação do lazer, mas, antes, um dos seus conteúdos (MARCELLINO, 2007, p. 14). A partir de seus estudos acerca da relação cultura e lazer, Marcellino (2007) nos mostra a necessidade de pensarmos o lazer como algo passível de ser categorizado em seis formas ou, especificamente, seus seis conteúdos culturais, algo proposto pioneiramente por Dumazedier (1999) que também aborda questões referentes aos conteúdos culturais do referido fenômeno, embora reduza o lazer a cinco interesses possíveis, não contemplando, em sua obra, o interesse turístico. Sendo assim, percebe-se que, no planejamento de opções de lazer na cidade de Além Paraíba, há o anseio em privilegiar o turismo, mas antes se deve associá-lo aos demais conteúdos do lazer, a saber: artístico, intelectual, social, manual e físico. Enfim, promulga-se, que uma cidade não deve ser pensada em primeiro (ou apenas) para o turista, mas necessariamente para o cidadão, isto é, aquele lá vive, ofertando mais opções e contemplando os demais conteúdos do lazer.
 

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.