Factores Que Interferem nas Magnitudes de Impacto na Recepção Ao Solo no Remate em Suspensão do Handebol

Por: D. Detanico, S. G. Santos e T. Piucco.

Motricidade - v.7 - n.2 - 2011

Send to Kindle


Resumo

Este estudo objectivou analisar as magnitudes dos impactos nos membros inferiores de atletas de andebol durante a recepção ao solo no remate em suspensão e relacioná-las com massa corporal (MC) dos atletas, altura do salto (AS) e ângulos de flexão do joelho (AJ) e do quadril (AQ) na recepção. Participaram nove atletas de andebol com idade de 22.2 ± 1.4 anos. Foi utilizado um acelerómetro triaxial para análise dos impactos no joelho e no tornozelo e um sistema de reconstrução tridimensional de movimento para análise cinemática do AQ, AJ e AS. Utilizou-se estatística descritiva, análise de variância e regressão linear múltipla, com significância de 5%. As maiores magnitudes de impactos ocorreram no eixo antero-posterior, tanto no joelho (28.24 g), quanto no tornozelo (59.81 g); 71% do impacto no joelho pode ser explicado pelas variáveis AQ e MC; 45% do impacto no tornozelo pode ser explicado pelas variáveis AQ e AJ. Conclui-se que o ângulo de flexão do quadril foi a variável mais determinante nos valores de impactos nos membros inferiores, enquanto a altura do salto parece não ter influência, mostrando que o domínio da técnica correcta de recepção ao solo pode minimizar as sobrecargas aplicadas no organismo dos atletas.

Endereço: http://www.scielo.gpeari.mctes.pt/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1646-107X2011000200008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.