Falando Sobre Corpo: a Visão dos Alunos

Por: Juliana Figueiredo.

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Ao iniciar atuação docente, em substituição ao professor efetivo de Educação Física,
em uma escola estadual da cidade de Araraquara - SP, notou-se fragilidade na visão
de corpo da qual os alunos se apropriavam.Alguns alunos relataram que o professor
efetivo pouco debatia, ou trazia para suas aulas conhecimentos diferenciados. As
aulas ficavam atreladas ao futebol e ao vôlei, sendo que não se dispunham outras
manifestações ou reflexões acerca do corpo dos alunos para evidenciá-lo. Admitindo
estes fatos, buscou-se conhecer a visão de corpo que os alunos possuíam. Para tanto
foi realizado, com oito turmas do período vespertino - 5ª e 6ª séries, um questionário
composto de seis perguntas acerca da temática corpo. O questionário, composto de
questões abertas, possibilitou aos alunos dialogarem suas respostas livremente,
havendo a exigência de que estas respostas ocupassem ao menos três linhas, já que
os alunos pouco têm o costume de justificar suas respostas, segundo professores de
outras disciplinas. Cerca de 250 questionários receberam o cuidado da interpretação
por meio da análise de conteúdo, sendo que as respostas foram separadas por
contigüidade para que se pudesse categorizá-las. Os resultados encontrados foram:
a) os alunos visualizam o corpo como simples composição biológica de células,
ossos e músculos; b) a maioria dos alunos alega que a felicidade está no simples fato
de ser magro ou atlético, além de "alisado", "plastificado", "siliconado", citando
exemplos de corpos presentes na mídia; c) a maioria dos alunos acredita que praticar
atividade física em academias é a solução para o corpo, não oferecendo qualquer
valor às aulas de Educação Física às quais alocaram ser aulas de esportes; d) os
alunos também situaram a alimentação como fator importante para se ter um corpo
saudável, destacando que alimentos lights e diets são saudáveis, e; e) a minoria dos
alunos descreveu estar feliz com seus corpos, sendo que boa parte acredita ter corpos
"feios", "pobres", "sujos", entre outros. Isso leva a crer que, falta uma grande atenção
do professor sobre o trabalho com a questão corpo em suas aulas, já que este é o
principal meio de legitimar a atuação deste professor e de tantos outros. Os corpos
daqueles alunos, mesmo marginalizados pelo contexto, merecem atenção. Com isso,
remeteu-se a seguinte questão: se os professores de Educação Física, não trabalharem
a questão corpo e a consciência "positiva" corporal dos alunos, quem é que vai
trabalhar?

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/71_Anais_349.pdf

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.