Falta de Acesso e de Continuidade da Atenção à Saúde em Adultos: Inquérito Nacional

Por: Alitéia Santiago Dilélio, Bruno Pereira Nunes, Denise Silva da Silveira, Elaine Thumé, Elaine Tomasi, Fernando Carlos Vinholes Siqueira, Luiz Augusto Facchini, Roberto Xavier Piccini e Suele Manjourany Silva.

Revista de Saúde Pública - v.49 - n.1 - 2015

Send to Kindle


Resumo

Descrever a falta de acesso e de continuidade da atenção à saúde de adultos.Estudo transversal de base populacional com 12.402 adultos entre 20 e 59 anos, residentes em áreas urbanas de 100 municípios de 23 estados brasileiros, nas cinco regiões geopolíticas. Investigaram-se as barreiras no acesso e na continuidade da atenção a partir do recebimento, necessidade e busca de algum atendimento de saúde (internação hospitalar e pronto-socorro nos 12 meses prévios ao estudo; atendimento médico, de outro profissional de saúde e domiciliar nos três meses prévios). A partir dos resultados obtidos na descrição da amostra, apresenta-se uma projeção para os adultos residentes em áreas urbanas no território nacional.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0034-89102015000100223&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2017 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.