Fatores Associados á Prática de Atividade Física Entre Idosos no Sul do Brasil

Por: Alisson Padilha de Lima, Ezequiel Vitório Lini e Marilene Rodrigues Portella.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.25 - n.3 - 2019

Send to Kindle


Resumo

Introdução

O aumento das doenças crônicas e da inatividade física são problemas importantes de saúde pública da população idosa do mundo.

Objetivo

Este artigo objetivou determinar a prevalência e os fatores associados à prática de atividade física (AF) entre idosos domiciliados em ambiente urbano.

Métodos

Um estudo transversal de base populacional foi realizado em 2014, com 196 idosos com ≥ 60 anos que vivem em ambiente urbano do município de Passo Fundo, RS. Foram realizadas análises bruta e multivariável mediante regressão de Poisson, estimando-se as razões de prevalência bruta e ajustada, calculando-se os respectivos intervalos de confiança de 95%.

Resultados

A média de idade foi de 71,3 (± 8,4). A prevalência bruta de prática de AF foi de 56,1%. Depois de ajuste da análise, somente a variável independente das atividades da vida diária (AVD) permaneceu significativa (IC de 95% 1,05-4,83) (p = 0,037).

Conclusões

Esta pesquisa mostrou associação entre a prática de AF e independência nas AVD. Nível de Evidência II, Análises econômicas e de decisão – Desenvolvimento de modelo econômico ou de decisão.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1517-86922019000300216&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.