Fatores Associados Ao Nível de Atividade Física Entre Estudantes Universitários

Por: Gustavo Luis Gutierrez, , Leandro Martinez Vargas e Thaiane Moleta Vargas.

Revista Brasileira de Qualidade de Vida - v.7 - n.3 - 2015

Send to Kindle


Resumo

OBJETIVO: Investigar a relação entre o nível de atividade física, os fatores socioeconômicos e o estado nutricional de estudantes de diferentes áreas do conhecimento das Faculdades Integradas de Itararé, SP, Brasil. MÉTODOS: A amostra foi composta por 350 acadêmicos (175 para ambos os sexos). Para a avaliação do nível de atividade física foi utilizado o Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ), versão longa. Para a avaliação do estado nutricional utilizou-se o cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC). Os dados foram analisados por meio do software SPSS, versão 20. RESULTADOS: Parcela significativa dos estudantes apresentou um IMC dentro do esperado (49,7%) para o estado nutricional, 15,5% apresentaram baixo peso e 25,4% e 9,4% apresentaram sobrepeso e obesidade, respectivamente. A média de minutos por semana destinados à prática de atividade física para os estudantes do sexo masculino foi significativamente superior à média das alunas do sexo feminino. Em relação à diferença entre os cursos, observou-se que os acadêmicos de Educação Física são os que praticam mais atividade física por semana. CONCLUSÕES: Os acadêmicos que tendem a apresentar os maiores níveis de atividade física são os do sexo masculino, solteiros e do curso de Educação Física.

Endereço: https://periodicos.utfpr.edu.br/rbqv/article/view/3217

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.