Fatores Associados Ao Sobrepeso em Adultos Acompanhados Por Uma Unidade de Saúde da Família

Por: Adriana Alves Nery, Cloud Kennedy Couto de Sá, Raildo da Silva Coqueiro e Zoraide Vieira Cruz.

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.10 - n.2 - 2008

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do estudo foi verificar a freqüência e fatores associados ao sobrepeso em adultos acompanhados por uma Unidade de Saúde da Família (USF), na cidade de Jequié, Bahia, Brasil. O desenho foi transversal em amostra de 101 adultos ≥ 18 anos de idade, cadastrados e distribuídos proporcionalmente entre as sete microáreas da USF, sendo 75 (74,0%) do sexo feminino e 26 (26,0%) do masculino. Com sobrepeso foram considerados aqueles que apresentaram índice de massa corporal (IMC) ≥ 25kg/m². Calculou-se a freqüência do sobrepeso no total e por variáveis associadas (idade, sexo, ocupação, escolaridade, número de refeições diárias, tabagismo, etilismo, hipertensão arterial, diabetes, dislipidemias e nível de atividade física habitual - NAFH). As associações foram verificadas utilizando o teste do qui-quadrado, ao nível de significância de 5% (p ≤ 0,05). A freqüência do sobrepeso foi de 28,0%, sendo mais prevalente apenas em indivíduos que não consomem bebidas alcoólicas, embora a comparação entre hipertensos e não hipertensos tenha se apresentado limítrofe (p = 0,052). Os resultados deste estudo sugerem outras investigações sobre o efeito do consumo de bebidas alcoólicas sobre o estado nutricional de adultos e implementação de estratégias de vigilância nutricional na USF, com atenção especial nos hipertensos.

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/1980-0037.2008v10n2p149

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.