Fatores Associados à Atividade Física, Comportamento Sedentário e Participação na Educação Física em Estudantes do Ensino Médio em Santa Catarina, Brasil.

Por: , Karen Glazer Peres, e .

Cadernos de Saúde Pública - v.25 - n.10 - 2009

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi analisar as prevalências e fatores associados à atividade física insuficiente, comportamento sedentário e ausência nas aulas de Educação Física em escolares do Ensino Médio. O questionário COMPAC (Comportamento do Adolescente Catarinense) foi respondido por 5.028 estudantes (15 a 19 anos), de escolas públicas de Santa Catarina, Sul do Brasil. Foram analisados comportamentos de risco, informações demográficas e sócio-econômicas. Utilizou-se regressão de Poisson para análises das associações. A prevalência de atividade física insuficiente foi de 28,5% e associou-se a um menor consumo de frutas/verduras (RP = 1,27; IC95%: 1,15-1,40) e estudo noturno (RP = 1,44; IC95%: 1,34-1,54). A prevalência de ausência nas aulas de Educação Física foi de 48,6% e associou-se negativamente à idade e com estar trabalhando (RP = 1,52; IC95%: 1,18-2,19). A prevalência de comportamento sedentário foi de 38,4%, atingindo menos os residentes de áreas rurais (RP = 0,52; IC95%: 0,31-0,83) e que participavam de uma ausência nas aulas de Educação Física semanal (RP = 0,73; IC95%: 0,56-0,95). Os resultados sugerem intervenções com estratégias específicas para cada comportamento analisado.

Endereço: http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2009001000010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.