Fatores Determinantes no Desempenho do Teste Yo-yo Intermitente Recuperativo Nível 1(yyir1)

Por: Maria Augusta Peduti Dal Molin Kiss e Wonder Passoni Higino.

2013 18/02/2014

Send to Kindle


Resumo

As características intermitentes do futebol exigem a aplicação de testes específicos à modalidade. O teste Yo-yo intermitente recuperativo nível 1 (YYIR1) é considerado um teste específico e confiável na avaliação de jogadores de futebol. Contudo, as variáveis de desempenho que o influenciam são pouco conhecidas. O presente estudo, teve como objetivo verificar as variáveis determinantes do desempenho final do teste YYIR1 em jogadores de futebol de campo. Para tanto, dez jogadores de futebol de campo da categoria sub-20 foram submetidos a três sessões de avaliação onde foram determinadas as seguintes variáveis: a) composição corporal (%G) e força dinâmica máxima (1RM) no exercício agachamento; b) economia de corrida (EC) e as variáveis relacionadas a potência (VO2max e vVO2max) e capacidade aeróbia (Limiar anaeróbio LAn-3,5mM) em esteira rolante e c) no teste YYIR1, determinação de forma direta das variáveis respiratórias e análise cinemática do deslocamento determinando a média da aceleração pico (AP-média) e a média da velocidade pico (VP-média) durante os estágios. Antes e após o teste em esteira (TE) e o teste YYIR1 foram determinadas a altura de salto vertical (Alt-jump), o tempo de contato com o solo (TC-jump) e o índice de força reativa (IFR-jump) através da técnica Drop Jump. Além disso, em ambos os testes foram determinadas as participações energéticas. Os principais resultados foram: a) houve diferença significante entre o VO2max determinado em esteira (57,33 ± 3,4ml/kg/min) e no teste YYIR1 (53,57 ± 2,67ml/kg/min) e estes não se correlacionaram; b) a participação energética tanto no TE (92,31 ± 1,79%) quanto no YYIR1 (74,08 ± 6,88%) é predominantemente aeróbia, porém, o YYIR1 apresenta maior participação anaeróbia quando comparado ao TE (25,91 ± 6,88 e 7,67 ± 1,79%, respectivamente); c) as variáveis determinadas no Drop Jump não foram influenciadas pela realização do TE e o YYIR1; d) nenhuma variável relacionada à capacidade de força (1RM, 1RM/MCT; Alt-jump, TC-jump e IFR-jump) apresentou correlação com o desempenho final do YYIR1; e) a %G (r = -0,63), VO2max (r = 0,74), vVO2max (r = 0,86), LAn-3,5mM (r = 0,76), AP-média (r = 0,77) e a participação anaeróbia alática no YYIR1(r = -0,65) apresentaram correlação significante com o desempenho final no YYIR1; f) destas apenas a vVO2max e a participação anaeróbia alática no YYIR1 foram determinantes no desempenho final do teste. Conclui-se que, embora correlacionado com outras variáveis, o desempenho final do YYIR1 é influenciado pela maior vVO2max determinada no TE e menor participação do metabolismo anaeróbio alático no YYIR1

Endereço: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/39/39132/tde-28112013-081734/pt-br.php

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.