Fatores Impeditivos Para o Acesso às Atividades Preferidas do Contexto do Lazer Entre Adultos

Por: A. P. E. G. Teodoro, D. J. Gaspar, , J. P. S. Pacheco, P. R. T. C. Trevisan e V. K. Dias.

IX Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana XV Simpósio Paulista de Educação Física

Send to Kindle


Resumo

Devido às inúmeras obrigações do ser humano, sejam trabalhistas, familiares, sociais ou religiosas, dificilmente as pessoas conseguem equilibrar o tempo destinado ao lazer, deixando, este, de ser prioridade. As barreiras para adesão ao lazer são complexas e ainda pouco exploradas, motivando o interesse deste estudo. O objetivo deste estudo foi investigar os principais fatores que impedem a participação de indivíduos adultos em atividades preferidas do contexto do lazer. O estudo, de natureza qualitativa, uniu pesquisas bibliográfica e exploratória, utilizando-se como instrumento um questionário contendo questões abertas, aplicado a uma amostra intencional composta por 50 indivíduos adultos, de ambos os sexos, com média de idade de 49 anos, pais de estudantes universitários da região de Americana-SP. Os dados foram analisados por meio da Técnica de Análise de Conteúdo e discutidos em eixos. Os resultados da questão relacionada às atividades preferidas permitiram a composição de 3 eixos: físico-esportivo, locais/ ambientes e outras práticas, sendo o físico-esportivo o mais citado entre os participantes da pesquisa, com 62%. No eixo físico-esportivo, as atividades preferidas citadas foram: a caminhada, o futebol, a natação e a dança. A segunda maior incidência, com 32%, foi o eixo outras práticas, onde foram citadas atividades variadas, como ler livros, assistir TV, passear e viajar. O eixo com menor indicação, com 6%, foi o relacionado aos locais/ambientes, sendo ir à praia, o mais citado entre os participantes do estudo. Os resultados relacionados aos fatores impeditivos para a participação no lazer foram divididos em 4 eixos: tempo, fator econômico, segurança e outros. O eixo correspondente ao tempo foi o mais citado, com 53%, onde os participantes indicaram a falta de tempo como o principal fator impeditivo para vivenciar as atividades preferidas no lazer, seguido pelo eixo fator econômico, com 27%, alegando não terem dinheiro para a realização do financiamento das atividades preferidas. O eixo outros, com 15%, foi composto por fatores impeditivos variados, como doenças, falta de vontade, falta de companhia e a falta de opções. Já o eixo segurança, com 5%, foi associado à falta de segurança nos equipamentos de lazer. Portanto, entre os participantes do estudo, as atividades preferidas estão relacionadas ao interesse físico-esportivo e o principal fator impeditivo para a realização dessas práticas é a falta de tempo. Conclui-se que há necessidade de ampliação dos estudos sobre a temática, no sentido de incentivar as práticas do contexto do lazer de forma consciente, além da importância de se valorizar a organização do tempo destinado ao trabalho e ao lazer, tendo em vista os inúmeros benefícios que o fenômeno lazer proporciona para a qualidade de vida das pessoas.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/10060/10060

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.